RUGIDO VERDE

Levantar e levantar de novo, até que os cordeiros se tornem Leões!

Domingo, Janeiro 26, 2020

Julgamento de Alcochete – Geraldes, a Testemunha (II)

No primeiro capítulo desta saga, demos conta da aposta da comunicação social no depoimento de André Geraldes. Segundo a narrativa, será esta a testemunha do Ministério Público (MP) a ter o papel determinante no apuramento da culpa de Bruno de Carvalho.

Pois bem, o que pensará o próprio MP disto? Ora veja-se…

Fonte: RR

Se André Geraldes não sabia do ataque, como poderia saber que o Presidente sabia? Confuso? Não, lógica jornalística de sarjeta.

Sobre André Geraldes, e para os mais distraídos, talvez valha a pena fazer um parêntesis para relembrar que, após a embrulhada de Alcochete, foi trabalhar para o Farense, clube despromovido da segunda liga que deu uma preciosa ajuda na manutenção do Benfica B, por conta da utilização irregular de Harramiz, jogador emprestado pelo…Benfica. Que emaranhado, não? Ou coincidência?

O Farense, graças a esse “erro”, garantiu, assim, a permanência do clube encarnado. Mas será que o Presidente do clube algarvio ficou preocupado?

Fonte: RR

Portanto, além de estar em causa a utilização de um jogador do Benfica, a BTV era só um dos principais garantes financeiros do clube. Curioso…

Como curiosa é a desculpa encontrada. Parece que Frederico Varandas andou a aprender na mesma escola de dirigismo desportivo.

Fonte: RR

E, também, parece que Geraldes teve uma sorte bestial ao encontrar este clube. Lá está, só curiosidades e coincidências…tão giro, não é?

Voltando ao tema central de Alcochete, porque não é André Geraldes arguido? Afinal, recebeu a mensagem e não lhe deu o devido relevo. E as contradições entre os vários depoimentos? As deslocações de adeptos à Academia eram, ou não, frequentes? Se era suposto a ida de alguns adeptos ao recinto ser “desprezável”, porque razão foram os restantes constituídos arguidos? Teremos aqui mais uma curiosa coincidência?

Fonte: O Jogo

Miguel Matias, advogado de um dos arguidos, fez estas interessantes declarações sobre os acontecimentos que se sucederam à invasão. A pressão mediática foi avassaladora e a ideia que passa é que tudo foi feito em cima do joelho, o que explica estas pontas soltas. Como foi dito aqui (ver declarações de Magalhães e Silva), há aparentes irregularidades que podem, inclusive, comprometer o processo (amanhã voltaremos ao caso).

E também explica porque motivo as imagens que passaram horas e horas nas televisões foram convenientemente editadas. De facto, o que todos pudemos ver foi parte de filmagens efectuadas dentro do balneário, com sirenes a tocar e caixotes do lixo espalhados, e a repetição de declarações truncadas, como o “Foi chato…” é exemplo. Tudo isto bem salpicado com declarações de enorme terror e pânico.

Fonte : Expresso

Sobre a presença de Bruno de Carvalho na Academia, quase não há imagens. A tentativa de desumanizar o homem assim não o quis e, ainda hoje, há muito quem pense que este se não dignou a ir à Academia.

Fonte: Expresso

Ainda a propósito de filmagens feitas no balneário, atentemos à primeira e grande preocupação de quem filmou ( 00:07 do vídeo). Foi o corolário do famoso “filma a fivela”. Como podemos ver, total consternação de quem presenciou um ataque terrorista.

E para rematar, lembrando-nos daquela tentativa de diabolização que foi alvo Bruno de Carvalho, o que dizer do depoimento de André Medinas? Este militar da GNR depôs que alguns jogadores quiseram ser assistidos no local. Não foi possível. Porquê? Não havia médico…

É caso para perguntar: onde é que estava o Varandas?

Artigos relacionados

Notify of
GreenMarquis
Visitante
GreenMarquis

Claramente que quanto mais sabemos sobre este caso, e mais pessoas falam, mais facil é perceber que existiu uma cabala de todo o tamanho. Eles andam agora a acusar-se todos uns aos outros, mas curiosamente o BdC fica sempre de fora. O famoso autor moral parece não ter nada a ver com isto. O Geraldes não ser arguido é que é realmente suspeito. E já agora o JJ que tinha provas de tudo e acusou publicamente o Presidente, seria bom que fosse ouvido. Mas ele anda com uma tendência de ir treinar clubes em países sem extradicão…. são aquelas coincidências… Read more »

Francisco
Visitante
Francisco

Gostava de referir que Antonio barão já deixou o Farense desde 2016, e que há nova presidência e o clube sofreu uma grande reestruturação até hoje.
Não falem como se o Farense fosse um bode expiatório para o André Geraldes, porque a associação ao Benfica já deixou desde a entrada da nova direção.

jorge mendes
Visitante
jorge mendes

A CABALA + nojenta de sempre deste corrupto país.

%d bloggers like this: