RUGIDO VERDE

Levantar e levantar de novo, até que os cordeiros se tornem Leões!

Domingo, Fevereiro 28, 2021

Sporting 2-0 Paços de Ferreira

Onzes Iniciais:

Com 4 alterações no onze, o Sporting entrou em campo com a vontade de conquistar os 3 pontos em Alvalade, as entradas no onze foram:

Inácio; João Mário, Tiago Tomás e Nuno Mendes.

O Sporting entrou bem na partida, e aos 10 minutos Pedro Gonçalves meteu a bola atrasada para Paulinho, o avançado Leonino tentou finalizar de calcanhar, o guarda-redes do Paços fez uma grande defesa que evitava o primeiro rugido do Leão. 

O jogo esteve muito repartido e disputado, principalmente a meio-campo, com o Sporting a dominar a posse de bola, e a ter domínio territorial, mas a não conseguir transformar essa posse em muitos lances de perigo iminente. Como sempre o Sporting ia jogando em profundidade, mas a defesa pacense foi conseguindo controlar.

Fonte: A Bola

Aos 19 Minutos de jogo, grande penalidade para a equipa do Sporting, passe de Feddal a lançar Pedro Gonçalves, o mesmo caiu na área num duelo com Pedro Rebocho, João Mário chamado a converter e não falhou, bola para um lado e Jordi para o outro, e estava assim feito o primeiro em Alvalade, 1-0.

O Paços de Ferreira foi conseguindo, ao longo da primeira parte, chegar com alguma regularidade no último terço do campo, mas sem conseguir a eficácia que queriam.

A partir dos 35 minutos a equipa pacense foi pressionando mais o Sporting, à procura do golo da igualdade.

42 minutos, Adán mostrou o porquê de ter ganho o prémio de melhor guarda redes de Janeiro. Cruzamento para a entrada da área, onde Luther apareceu a atirar de primeira, mas Adán, enorme, negou o empate.

Terminou a primeira parte, 1-0 para a turma de Alvalade.

A segunda parte recomeçou da melhor maneira para a equipa Leonina. Canto batido por Porro, Feddal desviou de cabeça para o segundo poste, onde apareceu Palhinha que rematou de primeira e fez a equipa listada de verde e branco aumentar a vantagem para 2-0, aos 48 minutos.

A segunda parte começou com um Sporting superior ao Paços, conseguiu controlar a bola, circular, e chegar à baliza, criando lances de perigo.

Os Castores assustaram no minuto 66, grande remate de Tanque depois de uma boa recuperação de bola no meio-campo do Sporting, a bola acertou na malha lateral.

O jogo ficou mais morno a partir dos 70 minutos, ambas as equipas a encaixarem-se melhor taticamente, mas sem nunca desistir de tentar o golo.

Aos 74 minutos, grande oportunidade para a equipa do Paços de Ferreira, arrancou Luther, conseguiu ir à linha e cruzou atrasado para João Amaral, que com o pé cheio rematou por cima da baliza de Adán.

O jogo terminou 2-0 para a equipa Leonina, que segue invicta na temporada.

Notas:

Sporting CP – O Sporting mostrou em mais um jogo complicado, a garra, a união e a crença que tem tido esta temporada. Grande jogo da equipa de Alvalade, que cada vez mais mostra que é favorita a ganhar a Liga NOS.

Jogou como gosta, em profundidade e ataques rápidos. Os golos surgiram através de bolas paradas, mas mérito e justa vitória para a equipa Leonina.

Seria bom Amorim apostar mais em Bragança, que já merece uma oportunidade para mostrar aos Sportinguistas aquilo que tem para dar.

3 Principais Destaques: Palhinha, Adán, Coates.

Destaque Negativo: João Mário.

Paços de Ferreira – O Paços foi a Alvalade com vontade de levar pontos, jogou olhos nos olhos com o Sporting e em alguns momentos causou calafrios à equipa do Sporting. Depois de sofrer os golos, nunca desistiu do resultado e os jogadores estiveram sempre a correr atrás.

Artigos relacionados

Subscreva
Notify of
guest

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

0 Comentários
Inline Feedbacks
Ver todos os comentários
0
Partilhe a sua opinião!x
()
x