RUGIDO VERDE

Levantar e levantar de novo, até que os cordeiros se tornem Leões!

Quarta-feira, Abril 17, 2024

Sporting 1-0 Braga: Campeões de Inverno

Onzes Iniciais:

Depois de uma boa vitória frente ao FC Porto, o Sporting queria garantir a vitória na final da Taça da Liga. Ambas as equipas entraram para tentar garantir a vitória.

Com condições adversas, e com o relvado em mau estado, o jogo começou com uma “luta” muito grande no meio-campo entre as duas equipas, mas com ambas as equipas a conseguirem chegar à frente e a causar perigo nas balizas.

Jogo muito complicado, as duas equipas iam tentando mas não conseguiam um remate perigoso, o Braga foi conseguindo crescer um pouco a partir dos 20 minutos, com Al Musrati a ser muito importante, recebia a bola, via o jogo e colocava nos corredores laterais. O Sporting foi fiel a si mesmo e a tentar procurar espaço e profundidade, Palhinha o jogador que o Sporting precisava para ligar o jogo.

O primeiro “remate” e a primeira grande oportunidade foi do Braga, aos 26 minutos, cruzamento de Esgaio, a bola embateu em Nuno Mendes ganhou efeito e Adán, sem querer arriscar atirou a bola para canto.  

Ao minuto 33, ambos os treinadores são expulsos, incrível a forma como foram expulsos, porque não um cartão amarelo a ambos? Ninguém percebeu bem o que aconteceu, mas o árbitro não estava preparado para este jogo, parecia perdido.

Foi preciso esperar até aos 41 minutos, primeiro remate e golo do Sporting. A jogada foi muito rápida, tudo começou numa marcação de um livre por Gonçalo Inácio, Porro escapou à marcação e já dentro da área, rematou cruzado para o fundo da baliza.

O Sporting acordou depois do golo, no minuto depois do golo, Pedro Gonçalves passa por todos, mas pecou na finalização, foi uma jogada muito boa.

A primeira parte terminou 1-0.

O jogo recomeçou com uma alteração em cada lado, no Braga saiu Abel Ruiz e entrou Paulinho e no Sporting saiu Jovane para entrar Nuno Santos.

Segunda parte com poucas oportunidades de golo claras, cada equipa com superioridade em momentos diferentes da partida, o Braga conseguiu mexer com o jogo com a entrada de Iuri Medeiros.

Minuto 65, Pedro Gonçalves rematou à entrada da área, com o guarda redes minhoto a defender o remate do mesmo.

Sporting a ser “posto no bolso” na segunda parte, o Braga correu atrás do resultado e ia conseguindo pressionar o Sporting e encostá-lo lá atrás.

81 Minutos, desvio de Sporar ao passe de Matheus Nunes, mas saiu fraco e o guardião do SC Braga conseguiu defender.

Muitos sustos na parte final da partida para a equipa do Sporting, chegando a haver um golo anulado à equipa do SC Braga. David Carmo passou para ponta de lança no ultimo sufoco da equipa do SC Braga.

No entanto, o Sporting conseguiu segurar o resultado, sagrou-se campeão de inverno e conquistou a 3ª Taça da Liga da sua História.

3 Principais destaques: Coates, Porro, Palhinha.

Artigos relacionados