RUGIDO VERDE

Levantar e levantar de novo, até que os cordeiros se tornem Leões!

Quarta-feira, Janeiro 20, 2021

Sporting 2-0 SC Braga

Onzes Iniciais:

A bola rolou em Alvalade com feeling de jogo grande, sem muitas surpresas no onze do Sporting, e o Braga a colocar 2 novidades, Sequeira e Galeno.

Jogo muito equilibrado, sem muitas oportunidades de parte a parte, mas muito disputado a meio-campo. A equipa do Sporting foi tendo sempre mais posse de bola, a tentar controlar a partida mas era complicado, as duas equipas tinham as suas linhas muito subidas, com a turma de Alvalade sempre a tentar explorar a profundidade.

Os dois primeiros lances de destaque foram feitos pelo Sporting, ambos por Nuno Santos, sempre com a defensiva do Braga a conseguir cortar a bola.

No minuto 18, grande perigo na baliza de Matheus. Grande cruzamento de Porro, Nuno Santos na área esticou-se todo para chegar à bola, mas não conseguiu finalizar por muito pouco. Logo a seguir primeiro remate do Braga na partida, Ricardo Horta rematou, mas foi à figura de Ádan.

O jogo foi sempre muito disputado a meio-campo, com o Sporting a ser fiel ao seu sistema tático, e com o Braga a construir os seus ataques com 3 jogadores na defesa, conseguindo assim libertar um lateral, que depois tentava a profundidade ou ajudar na posse de bola.

No minuto 32, brilhou Adán, Ricardo Horta, isolado perante o guarda-redes do Sporting, tentou um chapéu, mas o espanhol conseguiu afastar com uma palmada.

Aos 40 minutos, a bola acertou no poste da baliza do Sporting, Ricardo Horta opta por colocar a bola para trás, Paulinho deixou Al Musrati rematar, e acerta no poste.

Final da primeira parte com 0-0 no marcador.

O jogo recomeçou com calafrios para a equipa do Sporting, minuto 46, Paulinho finalizou de cabeça, mas o lance foi bem anulado pelo VAR. O avançado estava em posição irregular.

Aos 54′, Nuno Mendes cruzou a bola, Nuno Santos caiu no duelo entre Sequeira, mas a bola sobrou para Pedro Gonçalves que atirou para 1-0. O Sporting conseguiu chegar primeiro à vantagem, mas a jogar menos do que o Braga.

O jogo mostrou-se mais aberto na segunda parte, ambas as equipas a conseguirem chegar mais perto das balizas e a terem mais espaço.

Minuto 63, mais uma vez Adán, a negar o empate ao SC Braga, Esgaio cruzou, Horta rematou e o guarda-redes leonino brilhou.

A equipa do Braga estava claramente por cima do jogo, mas com o Sporting a ir conseguindo causar algum perigo, houve um grande sufoco por parte da equipa Bracarense a partir dos 70 minutos de jogo.

Fonte: Record

Com a entrada de Matheus Nunes, o Sporting foi conseguindo controlar a onda ofensiva do Braga, e aos 78 minutos após uma arrancada de Sporar, Matheus Nunes aproveita um ressalto para fazer o 2-0, marcando o seu primeiro golo pelo Sporting Clube de Portugal.

2-0 foi o resultado final, após uma boa exibição das duas equipas.

Notas:

Sporting CP: entrou bem na primeira-parte, mas aos poucos foi perdendo essa superioridade num jogo muito disputado no meio campo e muito intenso. Sporting a jogar como sempre, em profundidade e ataques rápidos, mas foi muito complicado parar esta equipa do Braga.

Será “estrelinha” de campeão? Não foi um grande jogo da equipa do Sporting, mas Amorim tem mérito na forma como mexeu com a equipa durante a partida.

O Sporting teve a sorte do jogo, mas conseguiu uma vitória muito importante para os seus objetivos.

3 Principais Destaques: Porro, Adán e Matheus Nunes.

SC Braga: Jogo bom da equipa Bracarense, com a equipa a conseguir superiorizar-se em muitos momentos à equipa do Sporting.

Jogo definido pela fraca eficácia do Braga – “quem não marca… sofre”.

Artigos relacionados