RUGIDO VERDE

Levantar e levantar de novo, até que os cordeiros se tornem Leões!

Quarta-feira, Fevereiro 24, 2021

O Fim da Democracia Leonina Parte II

Em janeiro de 2020 escrevi aqui para o Rugido Verde um texto sobre o fim da democracia no Sporting. O último comunicado do Sporting sobre o pedido legítimo do sócios para que haja uma AG de destituição do PMAG e do CD veio confirmar que, infelizmente, tinha razão.

Os LeoNazis estão no poder e ninguém, a não ser talvez os tribunais, os poderão demover. Para quem pensa que tudo ficará resolvido nas próximas eleições pode vir a ter uma má surpresa quando for implementado o i-voting.

As eleições do Benfica mostraram muito bem o que aspira este PMAG e este CD: o poder absoluto e incontestado.

Os LeoNazis aplicam à letra a velha máxima que diz que o que ontem era verdade, hoje é mentira.

Quando Bruno de Carvalho era Presidente, não faltaram vozes de «ilustres» sportinguistas a pedirem para que se dê voz aos sócios, numa fase onde não havia contestação nenhuma a não ser umas dezenas de Escroquetes que se juntaram para fazer beicinha. Isto porque Bruno de Carvalho acabou com os convites para o camarote com «comes e bebes» pagos pelo clube a gajos que só gostam de se pavonear às custas do clube.

Até o próprio Varandas não hesitou a desafiar Bruno de Carvalho para se demitir e ir a votos. Se tinha tanta certeza que iria ganhar, porquê hesitar?

E agora Frederico?

Porque é que não queres dar voz aos sócios?

São milhares no estádio, nas ruas, na internet e até uma dezena de petições que já foram apresentadas.

Mas como já tinha escrito, este CD tem a proteção da comunicação social lampiã que não hesita em ocultar a oposição a Varandas e a promover as suas ações, dignas de ser apelidado de «Capitão Coragem». Ações que foram todas contra o próprio Sporting! Ora vejamos:

  • Incentivou alguns jogadores a rescindir e até testemunhou a favor deles em tribunal contra o Sporting (à imagem do que Godinho Lopes fez quando testemunhou a favor da Doyen contra o clube).
  • Mentiu em tribunal de maneira cabal e grosseira (este excelente artigo esclarece tudo), mas não foi castigado por isso, porque estava lá como presidente do clube e não como testemunha.
  • Humilhou os sócios ao obrigá-los a descalçarem-se para entrar no próprio estádio.
  • Ofereceu as melhores condições de sempre às claques leoninas (incluindo um perdão de divida de 500.000 EUR relativos ao incêndio no galinheiro) para depois, quando viu que não tinha o apoio que desejava, tentar acabar com as claques dissidentes.

Mas para defender os interesses do Sporting e dos seus associados é que está quieto. A sentença sobre o assassiNNato de Marco Ficcini só serviu para alimentar a sua guerra contra, pasmem-se, as claques. Em vez de condenar a impunidade de um certo clube e das suas claques ilegais.

Rogério Alves, ao recusar marcar as ditas Assembleias Gerais, não só viola os estatutos de alto a baixo, como invalida a AG de 23/06/2018 onde foi consumada a Golpada dos LeoNazis ao admitir que essa AG era ilegal já que não havia justa causa para a sua realização!

E por favor poupem-me as tretas sobre a violação de estatutos porque isso só aconteceu depois de ter sido marcada a AG. E já agora, mesmo assim, para violar os estatutos tem de se fazer o oposto do que lá está escrito.

Por exemplo, os sócos têm o direito em pedir a realização de AG a partir do momento em que têm as assinaturas necessárias e que paguem os custos, a justa causa é estabelecida pelos sócios em AG, esses estatutos foram violados várias vezes por quem é suposto os defender: o PMAG.

Mas os estatutos não prevêm o caso onde uma MAG e um CFD se demitem em simultâneo e onde o PMAG se recusa a convocar eleições para esses orgãos e teima em exigir a demissão do único orgão eleito pelos sócios em funcionamento. Para esse caso, ou seja um caso não previsto nos estatutos, convém socorrrer-se, como o disse e muito bem Rogério Alves, do código civil.

E agora?

Os estatutos do Sporting foram redigidos com a convicção de que o clube terá sempre gente honrada à sua frente. Gente que não hesitará em meter o lugar à disposição se sentirem que não têm o apoio dos sócios ou que são incapazes de levar o clube à glória.

Mas agora está la gente que de honrada não tem nada, aliás nem vergonha na cara têm quanto mais honra!

Só resta mesmo ao clube a pressão dos sócios, sobretudo dos que têm voz nos media e os nucleos. Onde andam os antigos candidatos ? Ninguém dá voz pelo clube? Anda tudo com medo ou, melhor, anda tudo a nanar?

Voltou o clube dos tachos e dos croquetes para os amigos que apoiam este CD. Os restantes calem-se bem caladinhos.

No final, só restam mesmo os tribunais e a esperança que um grupo de sócios chame a si a responsabilidade de liderar a luta pela reconquista do clube.

Não se deixem iludir, é mesmo o futuro do clube que está a ser decidido. Se não nos defendemos agora, o Sporting que todos amamos acabará.

Vamos à luta!

Artigos relacionados

4 Comentários
Inline Feedbacks
Ver todos os comentários
Anikibobo

SL
Concordo no geral com o vosso blog em que o Capitão bananas é um merdas. Assim como a sua direção.
No entanto vocês, se se dizem sportinguistas apoiem o clube, pois à anos que não estavamos nesta posição.
O que vos move? Cambada de brunecos da treta. Dinheiro? As regalias que se foram?
Provavelmente vocês não conhecem a verdadeira juventude leonina dos anos 80 de que fiz parte, pois essa não tinha nada a ver com a cambada de putos estúpidos como vocês. Cresçam e apareçam. Respirem, pois a vossa falta de ar é notória.
A firma forte