RUGIDO VERDE

Levantar e levantar de novo, até que os cordeiros se tornem Leões!

Segunda-feira, Maio 25, 2020

O Varandas é um Fingidor

“O Varandas é um fingidor.
Finge tão completamente
Que chega a fingir que é galanteador,
Quanto apenas nos mente.

E os que ouvem o que diz
Fingem tão completamente
Que chegam a fingir que é angariador,
Quando apenas é demente.

E assim nas calhas de roda
Gira, a entreter a razão,
Esse Sporting de corda
De uma pequena facção.”

“Fernando Pessoa – Autopsicografia” – adaptado por Chairman Meow

Não faz assim tanto tempo desde o meu último texto, em que abordei os “Sportinguistas Neutros” que constituem o verdadeiro perigo para o nosso clube. Agora, constato que a lavagem cerebral, digna de um filme de Hollywood, continua em grande força quando, mais uma vez, é mencionado, em declarações aos órgãos de comunicação social, que o maior louvor desta direcção foi ter salvo o clube da “ruína financeira”. Sendo o mais sincero possível, nem é isso que me chateia de sobremaneira. O que me deixa, de certa forma, “possuído”, é ainda existirem pessoas que “enfardam” o conteúdo disponibilizado pelas “Cofinas” desta vida quando já foi provado, mais que uma vez, que esse mesmo conteúdo constitui, quanto muito, material para forrar o chão quando se pinta a sala.

Voltando ao tema do “Salvámos o clube, estejam eternamente gratos”, de certa forma acabo por entender o porquê de muitos cidadãos (aqui já nem falo de Sportinguistas) acharem que notícias sensacionalistas e muitas vezes falsas, bem como testemunhos destinados a enganar as massas são credíveis. Infelizmente, vivemos numa sociedade de analfabetos funcionais que, com um motor de busca intemporal, são incapazes de fazer uma pesquisa de 15 segundos para procurar o que é realmente verdade e o que não passa de uma produção Hollywoodesca. Dito isto, entendo perfeitamente que, relativamente ao supracitado tópico, nem todos tenham aptidão, interesse, curiosidade ou capacidade para abrir um relatório e contas e analisar os números. Porquê?

Porque se todos fossemos matemáticos não existiriam médicos, mecânicos ou dramaturgos, mas sim um bando de robots incapazes de nada mais que processar meia dúzia de números de forma eficiente. Aliás, nem é isso que me chateia. O que me chateia é que os mesmos defensores das verdadeiras “Fake News” sejam os primeiros a dizer que o Sportinguista é uma raça suprema de seres acima da média, com uma classe inigualável e um QI médio que quase duplica o dos lampiões. Não, meus caros, o Sportinguista que come estas notícias é exactamente igual a um lampião, sendo que a designação de “lampião verde” encaixa perfeitamente nos mesmos, por muito que me custe. E acreditem, eu não utilizo este termo de forma leviana. Passo a explicar:

A utilização do termo pejorativo deve-se a achar que existem diversos paralelismos com os lampiões, mas podemos resumir isto a algumas características base: Os lampiões não querem o bem do Sporting e comem toda a notícia que lhes aparece pela frente, vivendo uma cultura de vitimização constante em que o seu clube, a entidade desportiva mais corrupta em Portugal e, arrisco dizer, das mais corruptas do Mundo, é apenas vítima de um complot para destruir a sua grandiosidade. Na mesma medida, o lampião verde come toda a notícia que lhe aparece pela frente, acreditando que o Sporting foi vítima de Satanás personificado, vitimizando-se constantemente pela falsa destruição que este causou no clube, tudo enquanto o barco afunda e a banda toca violino.

Passando à frente, eu até consigo perdoar certos indivíduos por não saberem ler um relatório e contas, mas recuso-me a perdoar a falta de capacidade para fazer matemática ao nível do ensino básico. O que me intriga, no entanto, é que mais depressa as pessoas acreditam numa notícia de um qualquer “Correio da Manhã” que acreditam na palavra de um blogger ou de um tweet. Fazendo de advogado do Diabo, aceito plenamente que muitos possam atribuir mais credibilidade a um órgão de comunicação social que se quer, idealmente, imparcial, entendendo perfeitamente a sua suspeição em acreditar num qualquer “Chairman Meow” que anda pela internet a dar a sua opinião. O que não consigo aceitar é que esses mesmos “Órgãos” sejam parciais e não providenciem informação, mas sim sensacionalismo. Sejamos sinceros, quantas vezes já viram uma análise a um Relatório e Contas como estas que foram colocadas no Rugido Verde?

Podem reparar que, tanto o autor, como estilo e até mesmo a forma, mudam entre ambas, sendo que, no entanto, as conclusões são semelhantes em muitos pontos. Porquê? Porque, apesar de nem todos saberem ler um Relatório e Contas, muitos gostam de ignorar análises mais ou menos aprofundadas aos mesmos, optando por acreditar numa manchete em vermelho vivo que diz “Lucros aumentam X”, quando na verdade, um aumento dos lucros nem sempre significa que a sociedade, como um todo, está numa situação financeira mais estável.

Para finalizar, peço que, antes de me acusarem de, mais uma vez, tentar alienar uma facção de Sportinguistas, aqueles que acreditam n’O “Varandas Fingidor”, que entendam, de uma vez por todas: Às vezes é preciso um choque frontal com a realidade dos factos para acreditar naqueles que sempre divulgaram a verdade. Podem não acreditar nem gostar do Bruno de Carvalho, do Jacinto ou do tio Ermelindo, mas no fim do dia acredito que muitos querem o mesmo que eu quero: Um Sporting forte, pujante e vencedor, porque sei que o “Adepto Campo Grandense” não vai abandonar o Sporting tão cedo e até lá seremos apenas vítimas de mais um definhar lento, doloroso e, suspeito eu, final.

Artigos relacionados

Notify of
HULK VERDE
Visitante
HULK VERDE

Qual é o panhonha ou o preguiçoso intelectual que, com um bom cargo ou um tacho bem recheado, vai sair da sua zona de conforto para defender o Clube com o qual se identifica, neste caso o Sporting, e perturbar a “pax lampiona”, “o politicamente correcto”, sujeitando-se a criar anticorpos e a causar fricções mais abrasivas com os seus colegas e superiores, e pondo em causa o seu nicho no status quo social, de panhonha e preguiçoso intelectual com um um bom cargo ou um tacho bem recheado? E estes são boa parte dos que se reconfortam na ideia deste… Read more »

Green Marquis
Visitante
Green Marquis

Miau Miau,,,, é isso mesmo.
Acreditam em todas as balelas, mas ignoram o que pessoas melhor informadas que eles lhes dizem. Apenas porque vai contra a realidade que eles mesmos criaram nas suas pequeninas cabecinhas.

jorge mendes
Visitante
jorge mendes

o novo belém está a chegar