RUGIDO VERDE

Levantar e levantar de novo, até que os cordeiros se tornem Leões!

Quarta-feira, Julho 28, 2021

2º Aniversário do Rugido Verde

Ouve o artigo

Quando no dia 01/07/2019 lançámos este projecto estávamos longe de imaginar que iria ter o impacto entretanto alcançado. Os artigos são cada vez mais lidos, o podcast tem cada vez mais ouvintes, as nossas redes sociais têm cada vez mais seguidores.

Apesar do discurso único imposto pela cartilha/narrativa dominante, a adesão massiva a este projecto torna evidente que não estamos sozinhos nas nossas convicções nem na necessidade que sentimos de lutar cada vez mais por um Sporting democrático, justo, eclético e livre de interesses obscuros.

O momento menos propício para contestação à actual e incompetente direção não nos tira o foco daquilo que defendemos, e comprovadamente a muitos Sportinguistas também não. As finanças do clube e da SAD estão cada vez piores, matéria para a qual temos alertado incansavelmente e sem medo, o que inevitavelmente nos levará novamente a 2013 se nada for feito rapidamente.

Mesmo a positiva performance desportiva da nossa equipa de futebol irá rapidamente inverter-se e descambar se continuarmos completamente entregues a Jorge Mendes e à sua Gestifute.

Nada de bom poderá daqui resultar se continuarmos de olhos fechados a toda a podridão que nos rodeia, desde não só à Gestifute e seus interesses mas também aos fundos, à corrupção, quer dos rivais quer do desporto em geral.

É também imperativo continuar a lutar contra a ditadura que tomou conta dos órgãos sociais do clube e SAD, controlados a seu belo prazer por Rogério Alves, sempre negando toda e qualquer vontade dos sócios em promover o debate, negando sucessivamente todas as Assembleias Gerais, não só as estatutariamente obrigatórias como também as pedidas com as devidas assinaturas (o que já aconteceu por duas vezes).

Prestar contas e esclarecimentos é um exercício vital para um clube saudável, um clube que não se fique por aparência e jogos de espelhos. Sem accountability, sem a voz das pessoas, não existe mais do que um castelo de cartas

É também da mais elementar justiça que Bruno de Carvalho e Alexandre Godinho sejam readmitidos como sócios de pleno direito do Sporting Clube de Portugal, foi já provada a sua total inocência face aos factos que conduziram às suas, primeiro destituições e posteriores expulsões de sócios do clube.

É urgente a realização de eleições livres e democráticas com todos os candidatos que se desejem apresentar a sufrágio. A ditadura imposta por Rogério Alves tem que ser denunciada e combatida.

É também urgente travar o fecho de modalidades e o desinvestimento visível em muitas delas, as modalidades são o ADN e a imagem de marca desta enorme e nobre instituição, não podemos deixar que matem o nosso clube em detrimento duma SAD entregue a terceiros que deturparia por completo aquilo que sempre foi, é e deve ser o Sporting Clube de Portugal.

Está na hora dos sócios e adeptos do Sporting acordarem antes que seja tarde demais. O Rugido Verde por aqui continuará a apontar o que tiver de ser apontado, a denunciar o que tiver de ser denunciado e a lutar por um Sporting grande, justo, democrático e livre de interesses manhosos.

Viva o Sporting!

Artigos relacionados