RUGIDO VERDE

Levantar e levantar de novo, até que os cordeiros se tornem Leões!

Quarta-feira, Maio 12, 2021

Sporting CP (1-1) CF Famalicão

26ª Jornada da Liga NOS, Domingo, 11 de Abril, Estádio Municipal de Famalicão

O Sporting entrou em campo com sede de vitória, pois se ganhasse conseguiria bater o recorde de invencibilidade da própria equipa.

A equipa Leonina entrou em campo com uma formação um pouco diferente do habitual, com a maior novidade a ser Pote a jogar pelo meio, com dois médios à frente de Palhinha (João Mário e Pote).

O jogo começou muito dividido, em todo o campo, ambas as equipas a quererem marcar e chegar à vantagem no marcador, a equipa forasteira foi a Alvalade jogar olhos nos olhos com o Sporting.

Aos 10 minutos de jogo Palhinha a ver cartão amarelo, ficando agora a dúvida se terá de cumprir castigo ou não.

A turma de Alvalade começou a apertar o cerco a partir dos 15 minutos, tentar começar a pegar no jogo, depois de 10 minutos muito bem disputados pelo adversário.

Aos 25 minutos, o Sporting fez o gosto ao pé, erro enorme de Luiz Junior na reposição de bola, Iván Jaime permite a interceção de Pote, este combinou com Paulinho que devolveu para a finalização de Pedro Gonçalves, que fazia o seu 16º golo na Liga NOS.

Minuto a seguir, golo do Famalicão, resposta imediata ao golo de Pedro Gonçalves, Anderson Silva (Famalicão) remata com o pé esquerdo no coração da área junto à base do poste esquerdo. Assistência de Iván Jaime perante a passividade de Pedro Porro muito mal batido no lance.

Bom jogo das duas equipas, com grandes dinâmicas.

Imagem: Record

Sem compensação, o jogo foi para intervalo com o resultado 1-1, jogo muito disputado e com a equipa do Famalicão, a colocar pressão na equipa Leonina.

O Sporting voltou à partida com duas mexidas no onze, as saídas de Palhinha e Feddal para as entradas de Daniel Bragança e Matheus Reis, entradas tendo em vista dar mais poder ofensivo à equipa.

O Sporting começou a pressionar cada vez mais e a balancear a equipa para a frente, tendo como consequência directa sofrer um pouco com os contra-ataques do Famalicão.

Nesta segunda parte assistimos a duas perdidas clamorosas da equipa do Sporting, primeiro Tiago Tomás aos 56 minutos de jogo após (mais) um erro da defesa do Famalicão, a atirar para a bancada e mais tarde, aos 80 minutos, em boa posição Pedro Porro a não conseguir fazer melhor que o seu colega.

Aos 63 minutos Jovane Cabral entra para o lugar de João Mário. Aos 76 Tiago Tomás e Luís Neto sairam e deram lugar a Quaresma e Nuno Santos. O Sporting a colocar as fichas todas em cima da mesa por forma a alcançar a vitória.

A bola não queria entrar! o Sporting a ser superior na partida mas não conseguia marcar.

Imagem: Record

Já perto do fim (90+2) perdida incrível de Jovane, Coates a ganhar nas alturas e a colocar o golo nos pés de Jovane que atirou para fora, para desespero de todos os jogadores Leoninos. 

O jogo terminou com o segundo empate seguido, desilusão para os adeptos e para a equipa do Sporting, a equipa do Famalicão parecia que estava a fazer o jogo da vida deles… destaque também para um penalti que fica por assinalar sobre Jovane Cabral.

Artigos relacionados