RUGIDO VERDE

Levantar e levantar de novo, até que os cordeiros se tornem Leões!

Quinta-feira, Novembro 26, 2020

Santa Clara (1 – 2) Sporting

Antevisão

Fonte: youtube.com

Eis que mais uma semana de trabalho tinha acabado, antes da partida da comitiva leonina para os Açores. Rúben Amorim como habitual, juntou-se aos jornalistas na sala de imprensa para poder fazer a antevisão do jogo, contra o Santa Clara.

Amorim começou por dizer, mais uma vez, que o Sporting teve uma melhoria, tanto fisicamente como taticamente, acrescentou ainda, que não ganham os jogos como uma equipa grande, “à vontade”, e que têm muito que “escalar”, para poderem crescer ainda mais.

Questionado sobre o Sporting não estar na Liga Europa, o treinador dos Leões, disse que há um “lado positivo”, onde ele terá mais tempo para poder trabalhar com a equipa, e dá vantagem sobre as outras equipas em aspeto tático.

Max perde o lugar no onze do Sporting com a vinda de Adán, Amorim disse que a estratégia que eles optaram foi trazer um Guarda Redes mais experiente, sabendo sempre da qualidade da formação e não os deixando de lado, “não vamos dar nada de mão beijada”, o treinador Leonino a reforçar que não se chega lá sem trabalho ou luta.

Novela Vietto, Amorim deu uma resposta rápida, “não está na convocatória”.

Para evitar uma surpresa do Santa Clara, a equipa do Sporting tem de entrar muito consistente, com boas ligações defesa-ataque, ligando sempre com os médios mais recuados, tentar empurrar o Santa Clara para a área deles subindo logo as linhas, sabendo que o Santa Clara é uma equipa muito forte no contra ataque, onde joga com um extremo na lateral esquerda, que vai dar mais largura na saída com bola.

Podemos esperar um Sporting agressivo, com vontade de levar os 3 pontos para Alvalade.

SANTA CLARA X SPORTING CP

Estádio de São Miguel

4ªJornada da Liga NOS

18:00 24-10-2020

Onzes Iniciais:

Fonte:instagram

Depois de um jogo muito bem disputado em Alvalade, com o FC Porto, que terminou com um empate a duas bolas, a turma de Alvalade procurava voltar às vitórias neste campeonato.

Sem novidades no onze inicial, Amorim voltava a apostar no mesmo onze da última partida, com a habitual tática de três centrais. Ainda sem poder contar com Eduardo Quaresma por lesão e Tabata pelas mesmas razões, baixa essa no ultimo treino.

A primeira grande oportunidade da partida pertenceu ao Sporting, foi preciso esperar três minutos, para que uma perda de bola do Santa Clara no meio campo do Sporting, originasse um contra ataque rápido, grande passe de Pedro Gonçalves que coloca em Nuno Santos, com um remate de primeira atira por cima.

Um jogo a começar muito disputado e equilibrado, oportunidades de lado a lado, mas com a equipa da listada verde e branca a ser mais perigosa. Meio campo do Sporting a ter grande capacidade de ligação entre o terreno mais recuado e o mais avançado, com serenidade e calma na defesa a sair muito bem com bola, e com boas dinâmicas tanto com e sem bola.

O Sporting a ter sinal mais, a mostrar aos 20 minutos a “raça do leão”, tudo a começar com um excelente passe de Jovane, estilo trivela, Pedro Gonçalves domina e vai á linha de fundo rematar, onde a bola acaba mesmo por entrar entre o guarda redes e o poste.

Santa Clara não conseguiu manter a linha de cinco da defesa “intacta”, o Sporting aproveitou muito bem as movimentações de Jovane, jogador falso 9, a recuar no terreno e a deixar os centrais da equipa dos Açores muito confusos. Abrindo assim espaço para o Sporting furar a linha defensiva, a partir dos extremos e laterais muito ofensivos.

Aos 42 minutos, a equipa dos Açores a chegar ao golo, com a defesa do Sporting a ter culpas, boa movimentação de Thiago Santana a fugir de Coates, “sentou” Adán e com toda a calma do mundo, com a baliza a descoberto, empurra a bola para o fundo das redes.

A equipa dos Açores a ter sorte no jogo, com o erro de Coates.

Sporting dominador na primeira parte, mas a só se poder queixar de si próprio, 1-1 resultado ao intervalo.

Fonte:record.pt

A segunda parte recomeçou muito “enfadonha”, sem lances de perigo, mas com o Santa Clara a apostar muito no contra ataque. O Sporting a apostar em surpreender, com as mexidas de Rúben Amorim no onze. Entradas de Sporar e Tiago Tomás com, Nuno Mendes a passar a atuar como central do lado esquerdo, e Nuno Santos a lateral.

Só aos 73 minutos, aparece uma chance digna de golo, muito bem trabalhado por Pedro Porro na lateral direita, cruzou no limite da área, deixando Sporar muito bem posicionado para fazer golo, o esloveno cabeceou mas a bola sai ao lado, falhanço incrível de Sporar.

Jogo aqueceu a partir do minuto 75, lances de golo claros, mas todos sem o melhor desfecho, duas oportunidades seguidas falhadas, uma por Sporar e outra por Coates.

Chegando aos minutos finais da partida, o Sporting foi encostando o Santa Clara “às cordas”, até que o domínio se traduziu em golo, ao minuto 81. Passe incrível para a desmarcação de Pedro Gonçalves, e com alguma felicidade no lance, encosta para o segundo do Sporting. 1-2

Sporting a tentar segurar o jogo até ao final, e a terminar com 1-2 para a turma de Alvalade, que leva os 3 pontos para Lisboa.

Notas:

Sporting a alcançar os 10 pontos na liga e a manter-se invicto no campeonato. Bom jogo, boas escolhas de Rúben Amorim.

Sporting a conseguir ser superior em muitas partes do jogo, e sempre a controlar o meio campo, algo que têm faltado muito a este Sporting.

Boa exibição na primeira parte e na segunda um pouco mais pobre, mas objetivo atingido

3 principais destaques:

Pedro Gonçalves, Nuno Santos e Nuno Mendes.

Santa Clara: conseguiu algum equilibro, principalmente na segunda parte, mas a não conseguir ter armas para parar o Sporting.

Artigos relacionados

1 Comentário
Inline Feedbacks
Ver todos os comentários
tomás

bom jogo