RUGIDO VERDE

Levantar e levantar de novo, até que os cordeiros se tornem Leões!

Quinta-feira, Novembro 26, 2020

NOTAS SOLTAS

SPORTING 1 – A gabarolice, a bazófia e a propaganda escudam-se sempre na formação quando o dinheiro não dá para mais. Foi sempre assim na história. Ou alguém me vai dizer que isto foi uma coisa pensada desde o início por esta direção depois de ir buscar: Neto, Illori, Doumbia, Camacho, Eduardo, Sporar, Jesé, Fernando, Bolasie, etc?

SPORTING 2 – Eu não quero ser de um clube que cultiva a apatia, a comiseração e o razoávelzinho como se fossem virtudes. Eu sei que é mais fácil esperar que as coisas aconteçam e que alguém as faça por nós. Esperar sorte ou um milagre. Mas isso é raro acontecer. A apatia é só uma defesa. Da mesma forma que é mais fácil roubar do que fazer por merecer, da mesma forma que é mais fácil ser alienado pelas TVs e jornais do que pensar pela própria cabeça ou da mesma forma que é mais fácil violentar uma mulher do que perder tempo a conquistá-la. A apatia, da mesma forma, é só uma defesa para nos tornar as coisas mais fáceis e não lutarmos pelos objetivos. O Sporting actual tem sempre uma tendência para procurar o mais fácil, o que não dá trabalho. O que é preciso é que continue a dar dinheiro, comissões e tachos para os amigos e que nos sirva de capa e de fachada para a vida miserável que levamos.

SPORTING 3 – A venda de Acuna por cerca de 10M + 2 por objectivos é só vergonhosa. Apesar do jogador ir fazer 29 anos em Outubro, é um dos nossos mais valiosos activos e está avaliado em 12M pelo transfermarket. É internacional Argentino, polivalente, lutador e dos jogadores que mais jogos fez nos últimos 3 anos. Não obstante a vergonhosa medida de o meter a treinar à parte para o pressionar. Várias vergonhas em todo este processo. A começar pelo facto de o ano passado (alegamente) ter sido recusada uma proposta do Zenit de 16M + 4 por objectivos. Fosse com outro Presidente e não se falava noutra coisa. Mas com o sotor não, o sotor tem sempre a razão do lado dele.

SPORTING 4 – As contas anuais do Sporting já foram exaustivamente dissecadas por muita gente. Deixo só duas perguntas: Porque a dívida do clube à SAD passou dos 4M para os 17M? E porque as dívidas a fornecedores da antiga direção de 44M faziam capas e escandalizava o país e agora que essa dívida a fornecedores está nos 65M nem uma capa ou uma voz se levanta? Deixo ainda uma terceira pergunta: Como é que mais de 100M de vendas de jogadores só deu para um lucro de 12.5M? E quando já não houver jogadores para vender, o que vão fazer?

SPORTING 5 – Numa altura em que não há público nos estádios e que as claques estão paradas o Sporting voltou a atacar. Novamente pedindo o despejo das claques das respectivas casinhas. Como da outra vez também tinha sido pedido e não aconteceu, espera-se que desta vez aconteça o mesmo. Até porque as casinhas das claques são da CML. Mas o que fica no ar é porque motivo o Sporting voltou à carga. O que pensa retirar disto? Esperavam que as claques dessem sempre o “amen” e não questionassem e pedissem explicações pela época com mais derrotas de sempre? Esperavam o apoio das claques quando os mandam descalçar na entrada do estádio? Quando os ostracizam? Ninguém ganha com isto mas o clube tem bem mais a perder.

SPORTING 6 – Parece que vão acontecer duas AGs no final deste mês. Uma da SAD e outra do clube, para ser votado o orçamento para o novo ano (a tal que devia ter ocorrido até 30 de Junho mas foi adiada por causa do Covid). Será tempo de medir o pulso aos sócios. Noto que também parece que adiaram a idiotice do i-voting. Se assim for tanto melhor. Deve-se descentralizar, mas com tempo e não com a pressa com que estava a ser feito. Deve-se começar pelo voto presencial em alguns núcleos pelo País e depois ir-se avançando com as novas tecnologias. Mas a pressa com que pareciam estar a “impingir” o i-voting deixou os sócios ainda mais desconfiados. Veremos.

LIGA, FEDERAÇÃO, CLUBES, DGS E COVID 19 – O troféu cinco violinos foi cancelado por termos três infectados no plantel. Este fim de semana foram cancelados dois jogos da liga PRO devido a jogadores infectados. Eu pensava que os jogadores positivos ficavam isolados e os restantes iam a jogo tranquilamente. Mas afinal parece que não. E ninguém sabe muito bem como é que isto vai ser. No nosso caso são já sete jogadores, no caso do nosso adversário do jogo inaugural da liga NOS são dez. Parece que o know how do nosso presidente que foi para a DGS gabar-se que a presença dum médico seria deteminante não foi assim tão determinante como isso. Os nossos atletas não foram instruidos no sentido de manter o distanciamento social? Como é possível aparecerem tantos infectados? O que eu sei é que anda tudo um bocado perdido e que vai haver muito cobarde a aproveitar-se disso para desculpas de maus resultados. Tanto desportivos como financeiros.

FUTEBOL E POLÍTICA – António Costa cometeu um enorme erro político. Um erro de amador. Quando todas as sondagens o davam perto da maioria absoluta em que só era preciso “fazer-se de morto”, decide, talvez por pressão ou por ter “o rabo preso” incluir-se na Comissão de Honra do candidato à presidência do Sport Lisboa e Benfica, Luís Filipe Vieira. Podia lá ir e votar nele tão somente, mas deu o seu nome. Como não se pode dissociar o Primeiro Ministro do cidadão comum e sócio benfiquista e como o candidato Vieira tem uma resma de processos em tribunal, isto foi um valente tiro no pé. Para além disso, e ainda mais importante, com que cara o senhor António Costa num dia permite que o fundo de resolução do Novo Banco, que é pago por todos os Portugueses, entre com mais dinheiro para a sustentabilidade do banco e no dia a seguir dê a cara e o nome por um dos maiores devedores daquele banco? ai ai, isto não vai correr bem. Ah, e o que dizer da reacção do nosso PR, no passado tão lesto a condenar um outro presidente e sempre em cima de todos os acontecimentos? Neste caso foi mais uma não reacção.

Artigos relacionados

2 Comentários
Inline Feedbacks
Ver todos os comentários
Neca Pinto

Notas soltas mas muito afinadas!

Leonis Tsavo

Excelente crónica. Destaco o ponto 5 e o que incluí, entre outros o covid-19, por na minha opinião estarem ligados. Voltaram a atacar os GOA pelos comunicados por eles elaborados e divulgados. Aproveitando o facto de o “departamento médico” ser mais amador que o de um clube de bairro e haver 3 infectados com covid-19, para anular o jogo com o Nápoles, porque sabiam que esses mesmos GOA iam estar em Alvalade, como podemos constatar pelas tarjas divulgadas. Para mim, já tinham conhecimento dos jogadores infectados há mais tempo, mas deu jeito só dizer umas horas antes, não fossem apertados… Ler mais »