RUGIDO VERDE

Levantar e levantar de novo, até que os cordeiros se tornem Leões!

Quinta-feira, Abril 09, 2020

A Caderneta de Cromos do Sporting: Parte II – Os Mercenários Mimados

Este segundo capítulo será sobre os jogadores da nossa formação, com apenas uma excepção da qual falarei mais à frente. Apresentarei de seguida uma extensa lista de mercenários que, por acaso, calhou começarem a jogar à bola com as nossas cores. Porque se é certo que sempre formámos excelentes jogadores falhámos muito na formação de homens com H grande.

Paulo Futre

Para a história ficará a sua mudança para o Futebol Clube do Porto em 1984, com apenas 18 anos

Futre estreou-se na equipa principal do Sporting aos 17 anos e viria a cumprir apenas essa época com a nossa camisola. Finda essa época deu início a uma série de reivindicações salariais que culminaram na sua transferência para o rival do norte.

Terminou cedo a sua carreira de futebolista devido a sucessivos problemas físicos. Desde então tem feito questão de anunciar ao mundo o seu sportinguismo. Foi inclusivamente candidato a director desportivo na lista de Dias Ferreira nas eleições de 2011. Aqui ficarão para a história algumas célebres saídas suas numa conferência de imprensa “sócio, estou aqui concentradíssimo” ou “vão vir charters da China” (isto a propósito da contratação do melhor jogador Chinês da altura).

Luís Figo

Desde muito cedo que Figo se mostrou muito amigo do dinheiro. Em 1995 assinou dois contratos com clubes italianos, Juventus e Parma, o que fez com que fosse proibido de jogar em Itália e tenha acabado por se transferir para Barcelona.

Em 2000, transferiu-se para o grande rival de Madrid por um valor recorde de transferências na altura tendo recebido para a eternidade a alcunha de pesetero.

Simão Sabrosa

Em 2002, numa altura em que disputávamos o título com o Boavista, este cromo veio a Alvalade com a camisola do nosso eterno rival com a vontade expressa de nos roubar o título.

Em reação a estas palavras de Simão Sabrosa, Manolo Vidal colocou o dedo na ferida referindo que o Sporting falhou na formação de carácter do jogador em questão.

Em 2014, já com as portas da reforma escancaradas, Simão Sabrosa reconheceu que aquelas suas declarações em 2002 foram infelizes.

Em 2015 numa entrevista no âmbito da apresentação dum torneio de futebol, assumiu-se definitivamente como benfiquista, alegadamente por, em tempos, ter sido maltratado no Sporting.

Apenas não especificou que maus tratos foram esses. O certo é que não houve muito tempo para maus tratos, já que mal começou a jogar na equipa principal do clube foi logo vendido.

Será que não lhe pagaram os ordenados?

Dani

É daqueles que não nasceu para ser jogador de futebol, isto apesar de ter um talento incrível naqueles pés. Mas nunca teve feitio, compromisso ou vontade de ser jogador profissional. Do Sporting saiu para o Ajax onde ainda fez quatro épocas e marcou 17 golos. Ainda passou pelo Benfica até terminar prematuramente a carreira.

Fábio Paim

Mais outro enorme talento que nunca teve cabeça para o compromisso necessário para ser jogador de futebol. No verão de 2019 foi preso por suspeitas de tráfico de droga.

João Moutinho

Deve tudo ao Sporting. Se está onde está hoje, a nós o deve. Foi aqui que cresceu e se formou. Foi o Sporting que investiu e gastou dinheiro na sua formação. Como atleta, porque como homem formámos mais um traidor.

Em 2008, já declarava alto e bom som que se queria ir embora. Até que foi mesmo num episódio polémico na altura, e tal como Futre também para o Futebol Clube do Porto.

Em 2019 declarou orgulhosamente que sair do Sporting para o Porto foi das melhores decisões de vida que tomou.

Tiago Ilori

Quem não se recorda das suas declarações de 2013, em que se mostrou disposto a ficar dois anos sem jogar para se ir embora do Sporting?

Numa entrevista ao jornal O Jogo, até admitiu que o contrato proposto pelo Sporting era bastante vantajoso para ele, mas na realidade não queria renovar com o Sporting, mas sim ir-se embora. Porque mais tarde o Sporting podia não o deixar sair. E estamos a falar duma grande vedeta internacional recheada dos mais variados títulos mundiais e europeus.

Coisas da vida, andou a arrastar-se de empréstimo em empréstimo até Frederico Varandas se lembrar de o ir buscar de volta para ser um jogador com o qual o treinador não conta.

Marco Caneira

Fez parte da lista de José Maria Ricciardi nas eleições de 2018 e demonstrou recentemente numa entrevista ao Observador que ambiciona um tacho no Sporting.

Carlos Martins

Numa entrevista à Tribuna Expresso no ano passado fartou-se de fazer juras de amor ao Sporting. Isso não o impediu contudo de, dez anos antes, vir para a praça pública meter nojo quando Lucílio Batista ofereceu a Taça da Liga da época em questão à agremiação que representava na altura, curiosamente o nosso grande e maior rival Sport Lisboa e Benfica.

Adrien Silva

No verão de 2016 manifestou publicamente a sua intenção de abandonar o Sporting. Um ano depois foram a cada novo dia insistentes as notícias na comunicação social que pretendia sair do Sporting e estaria a forçar a saída. Algo nunca negado pelo próprio ou pelo seu agente.

Acabou por sair para o Leicester onde “flopou” e actualmente está no Mónaco, onde também não se ouve falar nele.

João Mário

No verão de 2016 foi-lhe pedido que se apresentasse aos sócios com o restante plantel. Recusou e não apareceu.

Simultaneamente foram atribuídas ao seu pai umas declarações de estar a ser mal pago e não ser devidamente valorizado pelo clube.

Viria a sair para o Inter de Milão naquela que ainda é a segunda maior transferência de sempre do Sporting. Tem vindo a passar por sucessivos empréstimos e de momento encontra-se desterrado na Rússia.

Bruma

Um exemplo flagrante da falta de cabeça da grande maioria dos jovens jogadores. Em 2013, certamente mal aconselhado por empresários, familiares e representantes sem escrúpulos, solicitou a nulidade do contrato de trabalho com o Sporting. Ultrapassado o braço de ferro, ganho pela administração leonina, acabou vendido ao Galatasaray da Turquia por cerca de 12 milhões de euros.

Gelson Martins

Este jogador é de longe das mais desprezíveis criaturinhas (juntamente com Rui Patricio e William Carvalho, de quem falarei mais à frente) a sair da nossa academia.

No início de 2018 cagou completamente no facto de estar em risco para o seguinte jogo da liga, o importantíssimo embate contra o rival Futebol Clube de Porto, e tirou a camisola depois de marcar um golo para homenagear o seu cadastrado amigo Ruben Semedo.

Nem seis meses depois, viria a rescindir unilateralmente o seu contrato com o Sporting.

Mais recentemente, foi suspenso por seis meses de toda a prática futebolística depois de agredir um árbitro em França.

Rafael Leão

Mais um da nossa formação que não hesitou em rescindir contrato com o clube após Alcochete, aliás correm rumores por aí que era um dos alvos dos invasores por ter andado com a namorada de um deles. É também conhecido o rumor da célebre mensagem de Frederico Varandas ao seu pai a aconselhá-lo a rescindir.

Daniel Podence

Era um dos dois jogadores do carrossel Mendes do plantel do Sporting no verão de 2018. E, curiosamente (ou talvez não), um dos primeiros a rescindir contrato. Acabou na Grécia, esse campeonato conhecido por ser um dos mais inseguros da Europa. Posteriormente o carrossel viria a levá-lo até ao Wolverhampton onde ainda se encontra.

William Carvalho

Sempre foi conhecido pelas suas más companhias, não tivesse nascido com uma boa cunha no mundo do futebol provavelmente não teria passado dum vulgar marginal à semelhança de Fabio Paim. Teve a sorte de fazer uma época estrondosa treinado por Leonardo Jardim e tem passado a sua carreira desde então à sombra desse momento.

Foi visto a época passada num camarote do estádio onde terá estado alegadamente a convite de Frederico Varandas.

Claro que num clube com valores nunca na vida este rescisor voltaria a pisar o solo sagrado de Alvalade.

Nesta foto está presente um verdadeiro leão, apenas um, qual será?

Rui Patrício

Durante muitos anos, eu e todos os Sportinguistas, ficámos com os cabelos em pé com os seus “frangos”. Aturámos, vindos da sua parte, autênticos aviários. Ainda assim, pacientemente, tolerámos tudo isso, até Rui Patrício se tornar finalmente num guarda redes digno de envergar a nossa camisola.

E qual foi o seu agradecimento à instituição, sócios e adeptos a quem tudo deve? Rescindir, cuspir no prato que comeu e lhe deu tudo, ir-se embora de forma unilateral.

E era este jogador o nosso capitão e um exemplo para os mais jovens. Talvez a maior desilusão alguma vez saída das nossas escolas.

Bruno Fernandes

Para o fim fica a excepção. Dos melhores jogadores que passaram por aqui nos últimos anos, há mesmo quem diga que é o melhor desde o saudoso Krassimir Balakov.

Mas se a sua qualidade enquanto futebolista não pode ser posta em causa, a sua qualidade enquanto ser humano ficará para sempre manchada pela rescisão unilateral de contrato aproveitando-se de Alcochete para o efeito.

Acredito que possa ter sido mal aconselhado e ter apenas cedido a pressões exteriores. Mas foi ele a rescindir, e certamente ninguém lhe apontou uma arma à cabeça para o fazer.

Viria a regressar ao clube pela mão de Sousa Cintra e protagonizou no último defeso a maior transferência de sempre do clube.

E termino aqui a segunda parte desta Trilogia, a primeira do Rugido Verde. No próximo e último capitulo desta caderneta irei abordar a escumalha, em que o cromo no fundo serei eu próprio e o pessoal do Rugido em geral. Não esquecendo obviamente Bruno de Carvalho.

Artigos relacionados

Notify of
HULK VERDE
Visitante
HULK VERDE

Sim senhor, grande trilogia, recheada de cromos mais raros e exóticos que os da trilogia original da Guerra das Estrelas.
Este segundo capítulo, bastante abrangente, é suficientemente esclarecedor, de leitura rápida e interessante q.b. para se bater taco a taco com “O Império Contra-Ataca”, reconhecido comummente como o melhor de sempre da saga interestelar. As estrelas porém, são outras, algumas mais apagadas hoje em dia. Porque será?

jorge mendes
Visitante
jorge mendes

muito lixo se fabricou na academia…..

%d bloggers like this: