RUGIDO VERDE

Levantar e levantar de novo, até que os cordeiros se tornem Leões!

Quinta-feira, Abril 02, 2020

Bruno de Carvalho ilibado, e agora?

Bruno de Carvalho foi finalmente ilibado pelo Ministério Público do ataque a Alcochete. Um caso, que em vez de servir de exemplo para o país, mostrou que a justiça actua sob influência de interesses.Foram quase 2 anos à procura de provas para tentar incriminar uma pessoa inocente. Foram quase 2 anos a ser linchado pelos aziados da comunicação social, com mentiras atrás de mentiras, especialmente no Correio da Manhã. Foram quase 2 anos de aproveitamento da situação por parte dos “croquetes” para destruir o Sporting. Agora que foi ilibado, o que virá a seguir? O que deve ser feito?

Processo contra a comunicação social por difamação

Vários órgãos da comunicação social gastaram centenas de horas a difamar e a linchar Bruno de Carvalho. Um canal em especial, a CMTV, foi o maior e principal difamador, recorrendo a histórias da treta com supostas provas imaginárias. Com isto, muitos espectadores foram enganados. Com isto, Bruno de Carvalho deve colocar processos contra essa gente e, assim, recuperar o seu bom nome que ficou injustamente manchado.

Processo contra o Estado e Justiça portuguesa

A actuação da justiça portuguesa neste caso resume-se a um autêntico nojo e humilha o próprio país aos olhos do resto do mundo. Ora vejamos. Bruno de Carvalho foi acusado de terrorismo, algo completamente sem nexo, pois nem sequer matou ninguém. Meses antes, a procuradora Cândida Vilar admitiu que recorreu à acusação de terrorismo só para agravar a pena. Mas agora brincamos aos terroristas? Bruno de Carvalho foi detido a um Domingo e ficou temporariamente em prisão preventiva. O motivo, segundo o juiz, foi devido a perigo de fuga através da dupla nacionalidade (portuguesa e moçambicana). A verdade é que nunca foi provada a dupla nacionalidade nem existe tal documento comprovativo. Para além disso, não existiam motivos suficientes para uma detenção a um Domingo. Com estes dois casos, existem motivos para processar o estado e a nossa justiça.

Voltar à presidência do Sporting

Antes de voltar à presidência, Bruno de Carvalho terá que recuperar o estatuto de sócio e, assim, ser reintegrado. É algo que, de acordo com o próprio, já está a ser tratado nos tribunais pelo seu advogado. Quando for reintegrado, aí sim, poderá candidatar-se nas próximas eleições.

Relembro que a acta de destituição de Bruno de Carvalho é considerada como ilegal. A falta de páginas, a falta das respectivas assinaturas e a falta do número de sócios a favor e contra são motivos que determinam a sua ilegalidade. Bruno de Carvalho pode pegar nisto e levar até ás últimas instâncias na justiça. Agora se tal acontecer, e se Bruno de Carvalho ganhar esse processo, não sei se volta automaticamente à presidência ou se o clube terá que o indemnizar. Logicamente, devia poder voltar, pois foi retirado ilegalmente.

Artigos relacionados

Notify of
HULK VERDE
Visitante
HULK VERDE

Um olhar para as possibilidades que o futuro pode trazer relativamente ao ex-presidente do Sporting, e que apresenta algumas das etapas possíveis, cabendo a Bruno de Carvalho decidir o melhor rumo para si, na defesa da sua honra e bom nome, dos seus direitos, tão inescrupulosamente atacados por vários quadrantes da sociedade, dentro e fora do universo Sporting.
Ele saberá melhor que ninguém o que pretende, e até já deixou algumas pistas…
Bom epílogo, a antecipar um eventual prólogo.

Nelson
Visitante
Nelson

Força Bruno , és o verdadeiro presidente

%d bloggers like this: