RUGIDO VERDE

Levantar e levantar de novo, até que os cordeiros se tornem Leões!

Domingo, Janeiro 26, 2020

Nem nas modalidades conseguimos ser felizes

É sabido, por quem me conhece, que tenho e sempre tive um carinho especial pelas modalidades, basta lembrar que os meus dois amores quando comecei a ter contacto com o Sporting, ainda petiz, foram o hóquei em patins e o futebol.

Posso agradecer ao mano mais velho, o “vício” que me meteu para gostar de hóquei em patins, com as idas ao velhinho pavilhão por trás do bingo, onde hoje é o edifício NOS.

Escusado será dizer que me corta o coração ver as nossas modalidades andarem pelas ruas da amargura, pelo que pergunto:

Quando foi a última vez que ficamos fora da Final Four de Futsal?

Ainda por cima, no ano passado, fomos os vencedores e esta época não vamos poder defender o facto de termos sido campeões em título. Triste, muito triste.

Em primeiro lugar, naquele grupo de apuramento, o Sporting tinha obrigação de passar. O último jogo, em que apenas o empate servia, não correu nada bem. Infelizmente, todos falham e nesta “eliminatória” calhou a nós falhar.

No entanto, temos de levar em conta que um corte de 22,5% no orçamento das modalidades, ainda por cima com a inclusão de mais uma modalidade, no caso o Basquetebol, tem de se sentir na qualidade das equipas, quer queiramos ou não ver.

A forma de Miguel Albuquerque lidar com isso, foi diminuir a profundidade em qualidade dos plantéis, com o andebol a ser a única excepção, porque andámos 2 anos a jogar sem um lateral direito de raiz e bastava comprar um para a equipa melhorar, mas todas as outras equipas estão mais fracas e por conseguinte mais sujeitas a falhanços destes.

O pior é que eu tenho a certeza que as verbas do clube, que deveriam apoiar as modalidades, estão a ser outra vez desviadas para outras coisas, nomeadamente para a SAD do futebol que deveria ser, no mínimo, auto-suficiente e para outros “gastos” que não com treinadores e atletas, como era suposto ser.

Estamos a voltar a grande velocidade para a “máquina dos chouriços à la Roquette”, que é aquela máquina em que se mete um porco de um lado e do outro nem um chouriço sai. Estamos outra vez naquela situação, em que o dinheiro entra no clube e desaparece sem ninguém saber para onde, o que vale é que é tudo gente bem (não confundir de forma nenhuma com gente de bem).

Por último, deixar uma recordação do ano de 2018 em que fomos campeões nas 4 modalidades principais de pavilhão.

Futsal
Hóquei em Patins
Andebol
Voleibol

Artigos relacionados

Notify of
GreenMarquis
Visitante
GreenMarquis

A entrada do basquete já faria prever isso. Como se pode investir numa modalidade tâo cara quando o resto está a ser reduzido?
Obvio que em cima do basquete foram cortar e as equipas teriam de sofrer.
O futsal já andava a revelar quebras.

Resta o hoquei onde penso que ainda podemos fazer algo bonito (afinal já comecamos a epoca a ganhar mais um trofeu europeu).

jorge mendes
Visitante
jorge mendes

o regresso a 2013, para pior, vão destruir tudo e encher os bolsos

LionUp
Visitante
LionUp

No Facebook, a imagem para este link é um poster com todos os títulos de campeão. Não me conseguem disponibilizar essa imagem?

LionUp
Visitante
LionUp

Rebentaram com tudo. Depois de um ano pleno campeões nas modalidades, incluindo futebol feminino, foi o ano pleno ZERO! E este ano vai pelo mesmo caminho.

Maria Augusta Magalhães
Visitante
Maria Augusta Magalhães

Tem toda a razão! Aliás, previa-se que este cenário viesse a acontecer! Espero que nos livremos deste karma em breve ! Ou arriscamos ficar sem clube! SL

%d bloggers like this: