RUGIDO VERDE

Levantar e levantar de novo, até que os cordeiros se tornem Leões!

Domingo, Setembro 20, 2020

6 anos depois, o Sporting regressa à Liga dos Campeões pela mão de Bruno de Carvalho

Lembra-se do Sporting na Liga dos Campeões?

Esta quarta-feira é um dia especial para o Sporting, esta quarta-feira é um dia há muito ansiado pelos sportinguistas, esta quarta-feira é o dia de estreia dos leões na fase de grupos da Liga dos Campeões.

E a ocasião é embebida de tanta solenidade porque se passaram seis longos anos desde a última vez que o hino da Liga dos Campeões tocou para o Sporting ouvir.

A última vez do Sporting

Debruçamo-nos sobre o tempo, paramos na época 2008/09 e damos uma espreitadela ao plantel. E não é que ainda há resistentes? Nomes como Rui Patrício, Cédric Soares e Adrien Silva já figuravam numa equipa treinada por Paulo Bento. A juventude era muita, estávamos perante uma média de idades que rondava os 23 anos. E dos 31 jogadores, 20 eram portugueses.

A irreverência era visível no estilo de jogo em que se apoiava o treinador que conhecia grande parte dos jogadores como ninguém, pois tinha-os visto crescer desde a idade júnior.

E foi com estes imberbes que Paulo Bento surpreendeu a Europa na fase de grupos da Liga dos Campeões. Num grupo com Basileia, Shakhtar Donetsk e Barcelona, o Sporting não era de todo favorito, mas fez por sê-lo.

Perdeu os jogos com o Barcelona, sem surpresa na altura (1-3 e 5-2), mas tudo o resto foram favas contadas. Despachou o Shatkhtar cá e lá (0-1 e 1-0) e fez o mesmo com o Basileia (2-0 e 0-1). E pronto, parecia fácil, o clube leonino estava pela primeira vez nos oitavos-de-final da Liga dos Campeões.

O pior veio depois. O sorteio complicou as contas e as exibições do Sporting perante um todo-poderoso Bayern Munique não ajudaram.

Se o Sporting tinha feito história ao chegar a esta fase, voltou a fazê-la no momento a seguir mas daquelas histórias que ninguém gosta de lembrar.

Em Alvalade, o Bayern Munique marcou cinco golos sem resposta, e na Allianz Arena o pesadelo adensou-se. O jogo acabou com um pesado 7-1. O primeiro jogo tornou-se no pior resultado de sempre em casa, e o segundo na pior derrota de sempre dos leões na competição.

Mudam-se os tempos

Ora seis anos passaram e o Sporting regressa ao principal palco do futebol europeu. A equipa já não tem tantos portugueses como naquela altura. De 20 desceram para 12. A média de idades subiu de 23,57 para 24,46. O plantel cresceu dois centímetros, passando de 1,79m para 1,81. Do mesmo modo que este grupo tem uma média de peso dois quilos superior (73kg para 75kg).

Quanto à equipa técnica, continua a ser portuguesa, porém liderada por Marco Silva. Ah, o técnico de equipamentos é que não mudou. Continua a ser o muito conhecido Paulinho.

O Sporting continua a não partir como favorito à passagem da fase de grupos, até porque agora terá pela frente Chelsea, Schalke 04 e Maribor, mas pode ser que volte mais uma vez a surpreender a Europa.

Para isso, tem de começar, desde já, por vencer na Eslovénia aquela que é a equipa teoricamente mais fraca deste grupo, e que se estreia este ano na prova.

O hino da Liga dos Campeões volta a tocar para o Sporting ouvir esta quarta-feira, a partir das 19h45 no Estádio Ljudski Vrt.

Fonte: desporto.sapo.pt

Data: 17/09/2014
Local: desporto.sapo.pt

Artigos relacionados

Subscreva
Notify of
guest

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

0 Comentários
Inline Feedbacks
Ver todos os comentários
0
Partilhe a sua opinião!x
()
x