RUGIDO VERDE

Levantar e levantar de novo, até que os cordeiros se tornem Leões!

Quarta-feira, Maio 12, 2021

Força Sporting e… #VarandasIn

Uma das frases que ouço com mais frequência nos últimos tempos, por parte de uma franja dos opositores à actual direcção do Sporting, é esta: “Apoiar o futebol do Sporting na caminhada para o título e depois, #VarandasOut!”

Não sei se este tipo de pensamento é um descargo de consciência ou uma mera expressão sem real conteúdo porque quem a profere certamente que sabe, no mais profundo do seu ser, que este tipo de afirmações não apenas são contraditórias como ainda são, se vocalizadas, de uma hipocrisia absoluta.  

A realidade é simples: se o Sporting for, tal como tudo indica, campeão nacional de futebol esta época, Varandas tem a reeleição praticamente assegurada. Quem conhece a realidade do estado em que está o Sporting, percebe a tragédia que aguarda o clube assim que as celebrações da vitória no campeonato esmorecerem.  É por isso que, para muitos, esta conquista vai ter um sabor agridoce.  

Obviamente que qualquer modalidade do Sporting merece o apoio dos Sportinguistas (mesmo quando este é indesejado pela direcção do clube). Qualquer título deve ser festejado e motivo de orgulho leonino. As vitórias são glórias efémeras. Os clubes deveriam ser instituições eternas. Nunca uma efémera glória ameaçou tanto o futuro de um clube como agora. Qualquer Sportinguista informado sabe disso.  

Por isso qualquer declaração que sugira que a luta contra os golpistas deve estar em suspenso até o campeonato acabar, para depois regressar em força após o futebol entrar em férias ou desconhece profundamente a realidade Sportinguista ou é, no mínimo, ingénua.  

Este provável título no futebol vai ter apenas um dono: Varandas. E ele vai usá-lo para o único objetivo que lhe serve: permanecer no poder. Se antecipar as eleições no clube para este Verão, garante com toda a certeza esse objectivo. Ou como já ouvi alguém dizer: “Se Varandas me garantir um título no futebol a cada quatro anos, tem o meu voto.”. (Este é o “sportinguismo” que Vieira aprova).  

Ninguém, com o mínimo de lucidez, acredita que qualquer contestação que tenha lugar no período após a conquista do campeonato, terá qualquer repercussão ou impacto. Até porque, com a condescendência dos Sportinguistas, a democracia no clube está morta. Vão protestar onde? Vão chamar a atenção para o estado calamitoso das contas do Sporting em que lugar? Nas redes sociais? Essas não aquecem nem arrefecem. Os frequentadores dos rooftop não ligam a esses “devaneios” – nem querem saber. O Sportinguismo está amordaçado e o futebol é o ópio que pacifica as mentes mais inquietas.

Cada um de nós responde perante a sua consciência (para aqueles que a têm). Devemos deixar-nos, de uma vez por todas, de hipocrisias: quem publicamente apoia a equipa de futebol e suspira aos sete ventos pela vitória ambicionada, pelo menos que assuma: “Força Sporting e… #VarandasIn.”

Artigos relacionados

Subscreva
Notify of
guest

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

2 Comentários
Inline Feedbacks
Ver todos os comentários
No Rules Great Saké

O tipo da foto deve ser o João Pinto. Faltam muitos em fila indiana para lhe seguir o caminho.
Para mim este título não será agridoce. Será amargo (sei o que está em jogo) e por isso não vou festejar coisa nenhuma. Como diz o autor do texto, uma vitória efémera. Depois virá o descalabro que já conhecemos. Useiro e vezeiro.
Por isso, apenas e urgentemente: #VARANDASOUT pois nunca serei cliente do Sporting!

Rui Barbosa

Varandasout 4 ever. Este texto é a prova provada que genericamente, os sportinguistas são uns mentecaptos, pois não pensam no que aí vem.

2
0
Partilhe a sua opinião!x
()
x