RUGIDO VERDE

Levantar e levantar de novo, até que os cordeiros se tornem Leões!

Quarta-feira, Fevereiro 24, 2021

O Menino Nicolau

Vou ter de ser particularmente duro porque abomino a banalização de fenómenos de cariz político e a ignorância da unicidade. Não queria começar o ano desta forma, nem tinha pensado escrever algo já. Que fique claro: não suporto analogias básicas. Ainda mais as detesto se são de algibeira e partem do pressuposto que o receptor é influenciável por estupidez, o que implica uma presunção infantil do autor/emissor. É de um pedantismo provinciano e de uma arrogância burlesca. Têm uma única utilidade: são profundamente definidoras do emissor, quer a nível de carácter quer a nível do intelecto disponível. 

Se aceito analogias idiotas de gente sem visibilidade ou sem papel de relativo relevo, pois ser-se idiota pode até ser voluntário, divertido e ter implicações positivas, não admito isso de alguém que dirige muito mal a agência Lusa e já deveria estar demitido há um par de anos.

O menino de idade Nicolau Santos, do alto da sua licenciatura em economia – este “fanático que impede que funcione a democracia” porque o menino de idade apoia a elite de um clube de futebol, está a dizer-lhe para ir estudar mais, viajar mais, ganhar noção, ou baixar a bola –  Sportinguista de filet mignon, fez em plena Antena 1 algo que nunca se faz nem em jornalismo nem em comentário político, para o qual carece de pergaminhos e competência. As analogias forçadas são para os imbecis que precisam de âncoras de verosimilhança para transvestir ideias descoloridas e sem nexo. Não é um laço extravagante ou uma peruca excêntrica que dão colorido ao que é monocromático. 

A agência Lusa pertence ao estado. Isso acarreta um mínimo de dignidade intelectual e muita responsabilidade formal, não podendo vociferar a seu belo prazer consoante as suas agendas pessoais ou do seu círculo de “elite portuguesa” próximo, insultando imensa gente diversa – como eu – devido a matérias clubísticas de um simples desporto repleto de interesses e sujidade. A Lusa é uma agência em declínio há vários anos, fenómeno que se acentuou com a liderança de Nicolau Santos, envergonhando em comparação com qualquer agência internacional de renome, sem culpa dos profissionais dos quadros baixos. Tem no entanto uma história a ser respeitada. 

Nicolau não está no Expresso em conjunto com o amigo Henrique Monteiro, nem está na SIC no programa Expresso da Meia-Noite, a perder-se em 2/3 de perguntas primárias e sorrisos sonsos para agradar os convidados, enquanto quase lhes beija os sapatos num estado de deslumbramento só ao alcance de alguém verdadeiramente pequeno. 

Já li e ouvi comparações imbecis de Bruno de Carvalho a:

  • Kim Jong-un
  • Donald Trump 
  • André Ventura 
  • Joseph Stalin 
  • Mao Zedong 

Já li e ouvi comparações imbecis da invasão do centro de treinos de Alcochete (nada relativamente às restantes, como Guimarães, Seixal, Centro de Treino dos Árbitros, ou relvados) a:

  • Invasão do Iraque em 2003
  • Genocídio do Rwanda 
  • Massacre do Charlie Hebdo 
  • Capitol Hill

Sei que é difícil, mas… decidam-se. Podem tirar os mortos e as causas/consequências tão díspares da equação. Ou podem activar os neurónios e não comparar múltiplas invasões de relvado ou centros de treino no emotivo fenómeno desportivo a eventos políticos marcantes, únicos, e que têm consequências transversais para imensas vidas. Daqui a pouco já estaremos no ponto em que os balneários serão campos de concentração, pois verifica-se gás abundante em ambos, no primeiro caso emitido pelos próprios presentes.

Convém também relembrar o que foi decidido em tribunal pelo colectivo de juízes apesar da campanha negra e perseguição sem precedente, algo que o menino Nicolau não entende. Talvez queira discutir o assunto com a juíza presidente Sílvia Pires ou com a procuradora do Ministério Público, que terão seguramente uma tremenda honra em prestar esclarecimentos ao menino e até poderão pedir-lhe um autógrafo. Também não entende que existiu gente que queria derrubar Bruno de Carvalho (está escrito nos whatsapp) e incititaram à invasão – uma entre tantas – para exploração mediática, que só teve impacto e drama porque havia uma câmara apontada à chegada e foram enviadas imagens e vídeos internos de um único telemóvel, com destino planeado.  

Termino relembrando o belo papel de Nicolau e a sua “nata” :

Nicolau Santos foi um dos subscritores de tal apelo, ao qual alguns jogadores responderam enchendo os bolsos e borrando-se na pseudo-ilustre testa deles. Apenas lhes deram força no delineado com agentes e um par de escritórios de advogados quando o único que estava em causa era dinheiro. A ignorância tem um preço e Jorge Mendes, entre outros, agradece a Nicolau. 

Se Rafael Leão vai ter de pagar, é pena que vários (não todos) dos supramencionados ilustres de alguma coisa não sejam obrigados ao mesmo. Alguns deles devem imenso dinheiro ao povo português, nem que seja a título de indemnização simbólica por danos em várias esferas de actuação do país, que não são amnistiadas com comendas de má fama atribuídas. 

Os jogadores do SLB no caso de sentirem respaldo público e não terem Luís Filipe Vieira pela frente, com o poder extra-desportivo que possui e diversas pessoas influentes na mão, teriam feito exactamente o mesmo no episódio da pedrada e ameaças no domicílio. Inclusive, LFV berrou com os jogadores após a pedrada no autocarro. Procurei desesperadamente por analogias políticas de Nicolau Santos que envolvessem esses eventos, ou LFV, mas não encontrei; reconheço que ao fim de três minutos fiquei cansado de ler ou ouvir o que o alegado jornalista ou economista licenciado produziu. Lamento somente uma coisa: o tempo que me fez perder. Desejo saúde a Nicolau apesar de ele me ter ofendido, devolvendo apenas o favor de forma mais suave. Se Nicolau ficar doente, alguém de tão elevado gabarito merece ser tratado pelo actual presidente dele, que por acaso é médico. Ambos ficaremos contentes com esse desenlace. 

Artigos relacionados

1 Comentário
Inline Feedbacks
Ver todos os comentários
Leão Comuna

Caro amigo, que as patetices deste (mais um) ilustre e todas as suas palavras de nível baixo e hipócrita, lhe sirva mais tarde de medicamentos na farmácia mais próxima.

Grande reflexão! 👍