RUGIDO VERDE

Levantar e levantar de novo, até que os cordeiros se tornem Leões!

Quarta-feira, Janeiro 20, 2021

Os Colchões, a Formação, as Claques e as Mentiras de Varandas

Hoje resolvi voltar a um tema antigo mas ainda bem atual, porque quer me parecer que ainda há Sportinguistas que continuam a acreditar numa cartilha que visa única e simplesmente dividir os Sportinguistas. Aquela que tenta passar a mensagem que tudo na ex direção foi mau mas que na realidade não passa de fait divers com objetivos claros.

No Sporting da ex direção todas as noticias tiveram e ainda têm um impacto enorme na vida do clube, tudo foi especulado e ampliado e os sportinguistas acreditam em tudo o que é/era notícia, mesmo que muitas delas continuem sem fundamentos nem qualquer credibilidade.

A resolução dos processos de Alcochete e do Cashball fizeram cair por terra quase todas as teorias de conspiração contra o ex presidente, hoje e  apesar de tudo, é muito mais difícil semar essas cartilhas, porque já não há por onde pegar.

Com toda a certeza mais teorias de conspiração irão cair, a verdade vai prevalecer e iremos saber quem esteve por trás destes dois processos. Como Sportinguista que sempre fui, devo dizer que mal ou bem não sigo cartilheiros, sigo o que entendo ser correto e justo, hoje sinto que optei pelo caminho certo, o da verdade e da justiça.

Foram dois anos de luta por vezes com vontade de desistir, mas hoje sinto-me mais ainda na obrigação de continuar a defender a verdade, tudo farei para que o meu objetivo esteja mais próximo que é o de ajudar a libertar o clube desta gente que se apoderou dele de forma ilegal, injusta e nojenta.

Desde a tomada de posse desta direção que muito se tem falado e ainda há Sportinguistas que continuam a falar sobre os colchões, sobre a formação ou falta dela, sobre o Batuque ou sobre as claques.

Durante estes últimos dois anos o meu objetivo foi sempre o de tentar mostrar a realidade alternativa mas factual sobre estas três temáticas, tendo sempre como pano de fundo o melhor para o Sporting e apresentando factos.

Quando Frederico Varandas numa das suas primeiras aparições públicas como presidente do Sporting, de forma ridícula, veio falar da idade dos colchoes e da formação do clube fiquei logo com a certeza que estávamos perante um presidente fraquinho, sem perfil, sem capacidade de tentar unir um clube que estava fraturado no pós Alcochete, um fantoche que logo demonstrou que não tinha nada de relevante com que pudesse atingir o ex presidente, todos nós ficámos com a sensação de um vazio na liderança do clube logo a partir desse momento.

A sua forma de tentar denegrir a imagem do ex presidente foi nojenta, teve de se pôr em bicos dos pés numa clara tentativa de ganhar alguns adeptos, mas creio que funcionou ao contrário, hoje Frederico Varandas tem menos fãs do que quando ganhou as eleições. Ficou logo apresentado a muitos sócios e adeptos.

Relativamente a esse tema dos colchões creio que a intervenção de Frederico Varandas em nada dignificou a sua imagem, creio mesmo que o grande prejudicado foi ele próprio e, claro, o Sporting pela imagem que passou do próprio clube. 

Tenho de dizer que no entanto nunca ouvi publicamente nenhum jogador a queixar-se que os seus desempenhos em termos futebolísticos tenham ficado aquém do esperado por causa dos colchões.

Já agora, falando sobre a formação, não entendo como se tem vindo a tentar incutir essa narrativa na cabeça das pessoas, quiçá menos informadas, de que a ex direção abandonou a formação, isso obviamente que não passa  de uma falácia como de resto é muito fácil de demonstrar.

Devo dizer que durante os cinco anos do mandato de Bruno de Carvalho, o clube ganhou tantos títulos como aquele clube cujo alguém decidiu entregar um prémio vencedor da formação no Dubai. Nos escalões de iniciados, juvenis e juniores o Sporting venceu tantos títulos como o Benfica e mais três que Porto. 

Já relativamente aos sub 14, como todos sabem, não existe competição interna a nível nacional e nesse capítulo o torneio Internacional da Pontinha torna-se a principal competição, na mesma participam várias equipas espanholas entre outras, juntamente com Porto e Benfica. E o Sporting de Bruno de Carvalho venceu cinco anos consecutivos o referido torneio, já para não falar nas escolinhas com várias vitórias em torneios internacionais. 

Para que as mentiras de Varandas e de mais alguns cartilheiros sejam desmistificadas, basta olhar para os jogadores vindos da formação que foram lançados durante os cinco anos da direção de Bruno de Carvalho: Rafael Leão, Podence, Gelson Martins, Francisco Geraldes, Rafael Barbosa, Palhinha, Rúben Semedo, João Mário, Tobias Figueiredo, Matheus Pereira, Domingos Duarte, Iuri Medeiros, Ricardo Esgaio, entre outros, todos lançados pela direção de Bruno de Carvalho, como se pode comprovar onde é que a formação foi abandonada?

Poderei afirmar com toda a certeza que não me lembro de nenhum outro presidente do Sporting ter lançado tantos jovens da formação na equipa  principal, sem ter descurado a competitividade no plantel principal como se veio a verificar durante aqueles cinco anos.

No meu entender, isto sim é formar jogadores, quando eles são inseridos num projeto onde possa haver jogadores com mais experiência mantendo a equipa competitiva.

Infelizmente, alguns desses jovens pouco lucro em termos futebolísticos e monetários deram ao Sporting, uns por terem rescindido com o clube de forma injusta e injustificada, outros por terem saído de forma ridícula, já com esta direção, por valores monetários muito abaixo do mercado.

Depois, há que se atualmente estão vários jogadores da formação na equipa principal do Sporting, muito se deve também à ex-direção, por ter continuado o trabalho que sempre fez parte do ADN do clube, formar jogadores para a equipa principal. Ou terá esta direção, de forma misteriosa, formado estes jogadores em apenas dois anos?

Porque que razão veio recentemente o pseudo-presidente Frederico Varandas dizer que está terminado o trabalho de recuperação da formação do Sporting? Qual o seu objetivo ao dizer isto? Fácil, fácil.

Mais uma vez, Varandas veio demonstrar a sua ignorância sobre o desporto  e sobre o futebol, e como funciona a formação de um clube. porque na verdade o trabalho de formação nunca está terminado. É um processo em evolução, sem fim.

Mas, mais uma vez de forma populista e demagoga, veio em jeito de propagandista (como é seu apanágio) tentar demonstrar que tinha sido o salvador da formação, quando na verdade tem consciência da sua baixa popularidade entre os adeptos do Sporting e então sente a necessidade de ter estas tiradas ridículas, em que, infelizmente, alguns Sportinguistas ainda acreditam! 

Há que dizer sem medo, e de forma clara e justa, que o Sporting durante aqueles cinco anos apostou na formação de forma vincada e objetiva, enquanto vencia, como é desejável.

Foram abertas escolas de futebol nos quatro cantos do mundo desde o Canadá, China, Colômbia, África do Sul, Estados Unidos, etc. Como é que alguém de boa fé poderá dizer que a formação foi abandonada? A anterior direção não só não abandonou a formação, como se tentou fazer crer, como a expandiu (e à marca) para além das nossas fronteiras.

Sinto-me triste por verificar que passados mais de dois anos ainda há  muito Sportinguista que não faz o mínimo de esforço para se informar sobre esta e outras temáticas, e continuam a acreditar nas constantes mentiras de Varandas e dos seus cartilheiros. Será que isto traz algum benefício ao clube?

Mas para que o leitor menos informado possa ter uma ideia de que durante o mandato de Bruno de Carvalho não houve um abandono na aposta da formação, para além das escolas mencionadas e da aposta nos jovens da formação, foram gastos cerca de quatro milhões nas infraestruturas da Academia, desde um novo relvado a um novo sistema de drenagem do relvado do estádio Aurélio Pereira e também um campo de futebol de sete junto ao pavilhão João Rocha, entre outros melhoramentos.

E para acabar com esta narrativa, e com as mentiras, porque razão Varandas deixou sair nestes dois últimos anos 19 treinadores e colaboradores para o Benfica? Repito: 19 treinadores e colaboradores saíram do Sporting e foram trabalhar para o Benfica, isto foi confirmado por um dos colaboradores que esteve no Sporting mais de quatro décadas e que se recusou a trabalhar com Frederico Varandas por não lhe reconhecer qualidades para ser presidente do Sporting.

Se a formação do Benfica é tão boa como disse Varandas, que tanto se fartou de elogiar, e a do Sporting foi abandonada, porque razão Varandas deixou sair todos estes treinadores para o rival? Faz algum sentido todos estes técnicos terem saído do Sporting e terem ido para o Benfica, se a formação do Sporting estava assim tão mal?

Não é lógico que, se estes colaboradores que saíram fossem incompetentes, o Benfica não os quereria a trabalhar no seu clube?

Terão estes 19 treinadores e colaboradores ido para o Benfica fruto da santa aliança entre o Benfica e o (atual) Sporting, ou fruto da sua incompetência ao não ter feito tudo para os manter?

Afinal quem abandonou (ou está a abandonar) a formação e está a reforçar o maior rival do Sporting? O atual presidente.

Dito isto, não estou a ver que os colchões dos rivais tenham sido melhores que os do Sporting durante pelo menos cinco anos, não terão sido os colchões uma forma encapotada do senhor Frederico mais uma vez mentir aos sócios para esconder a incapacidade de não conseguir manter estes 19 treinadores e colaboradores e alguns deles já com muitos anos de clube? 

Relativamente às claques, mais uma vez Frederico Varandas não diz a verdade aos sócios e usa as claques para se tentar promover junto de uma particular fação de sócios numa clara demonstração de populismo, porque, como é obvio, são muitos os sinais de incompetência que vai demonstrando e as claques são como uma arma de arremesso para se desculpar. Não será um objetivo também arranjar um job para os seus boys, aqueles que o ajudaram a eleger para presidente?

E por último, o canal oficial do Sporting, CMTV, anunciou há dias que Frederico Varandas terá finalmente cortado todas as regalias às claques. Essa é uma informação que carece de confirmação, e por enquanto não e fiável por vir de onde vem.

No entanto, todos nós estamos na expectativa que Rogério Alves cumpra os estatutos e que seja dada viabilidade à tal Assembleia de Destituição para serem de uma vez por todas os sócios a cortarem as regalias que Frederico Varandas tem como presidente do Sporting, que de borla era caro.

Artigos relacionados

2 Comentários
Inline Feedbacks
Ver todos os comentários
Chico Peres

Venho sempre ler aqui as crónicas e uma coisa me espanta: os chavões da treta! O Sporting Somos Nós, dizem uns. Os sócios é que mandam no clube, dizem outros. E por aí fora. Quem manda no Sporting são os croquetes, apoiados pelos Velhos do Restelo e pela onda orgásmica dos viciados da bola. Aqueles/as com ejaculação precoce mal avistam um escaravelho da bola de esterco. E de uma vez por todas, foram esses/as que tiraram Bruno de Carvalho do Sporting! Há os sportinguistas que amam o clube no seu todo, e outros do Futebol Clube de Portugal, para quem… Ler mais »

Carlos

De borla era caro. Talvez fazer rifas para o despacharmos e ficaremos a ganhar.