RUGIDO VERDE

Levantar e levantar de novo, até que os cordeiros se tornem Leões!

Sexta-feira, Agosto 14, 2020

Ontem era tarde

Numa altura em que está praticamente encerrada a palhaçada do processo de Alcochete, tudo se conjuga para que a nação Sportinguista finalmente possa respirar fundo e acalentar alguma esperança no futuro, tendo em vista a recuperação em vários aspectos, nomeadamente financeiros e desportivos que tem sido um desastre nos últimos 21 meses.

Alcochete não pode continuar a ser desculpa para este descalabro, Alcochete não traz paz com mentiras, o Sporting não terá futuro sem memória.

Tendo em conta a justiça não ter encontrado nada que ligasse o ainda legítimo presidente Bruno de Carvalho ao ataque à Academia de Alcochete, devo dizer que não fiquei surpreendido com tal desfecho, sempre achei que qualquer pessoa com dois neurónios no cérebro fazendo uma análise de forma séria e independente desde o seu início, facilmente chegaria à conclusão que Alcochete aconteceu é verdade mas só teve dois objectivos, derrubar Bruno de Carvalho da presidência e assumir o poder à força de forma ilegal.


Para muitos de nós há questões feitas mas que ainda não foram respondidas, como por exemplo uma questão que o enfermeiro Mota fez à saída do tribunal de Monsanto quando perguntou quem ganhou mais e quem perdeu com este golpe. Ou por exemplo uma questão lançada por um advogado de defesa: sigam o dinheiro!

Estas e outras questões pertinentes ainda não foram directamente respondidas, mas se olharmos para o caminho seguido pelos jogadores que rescindiram, se considerarmos o seu passado no clube, já terem anteriormente demonstrado a vontade de sair do Sporting (sim estou-me a referir aos capitães de equipa Rui Patrício e William Carvalho), Alcochete para eles foi muito conveniente e oportuno, vejamos a entrevista de Daniel Podence ao canal 11:

Mais palavras para quê? NOJO.

Ainda dentro do contexto dos que ganharam é evidente que Frederico Varandas foi dos que mais ganhou, por duas razões: 

1 – Aumentou a sua conta bancária ao ponto de ter comprado uma casa numa zona das mais luxuosas de Lisboa, o Marquês de Pombal.

2 – Frederico Varandas num contexto diferente nunca chegaria a presidente do clube, porque não tem o mínimo de aptidão para exercer o cargo num clube da dimensão do Sporting, nem de um clube de distrital porque simplesmente não tem carisma para ser presidente de coisa nenhuma.

Relativamente aos que perderam com a invasão a Alcochete foram muitos, a começar por todos os sócios e adeptos do Sporting, porque este golpe causou milhões de prejuízos ao clube!
 
Para além desses prejuízos incalculáveis causados ao clube, como é óbvio esta golpada criou nos verdadeiros adeptos um sentimento de revolta ao ponto de milhares deles se desvincularem sentimentalmente do clube, por não se reverem mais nesta falta de valores de quem contribuiu para isto e em quem o dirige.

Ainda falando de quem mais perdeu com esta golpada vergonhosa esse foi claramente Bruno de Carvalho, que foi achincalhado e humilhado por quase Portugal inteiro baseado em mentiras como se tem vindo a provar no tribunal de Monsanto.

Dito isto e ao contrário de outros sportinguistas que pedem a outros para não marcar presença em Alvalade, eu quero que todos os varandistas continuem a ir ao estádio, eu quero ter a certeza quantos são e quem são os que estão a pactuar com a destruição do Sporting. 

Por outro lado e face ao que tem vindo a público e tendo em conta todos os desenvolvimentos, a entrevista de Eduarda Proença de Carvalho ao jornal Record foi uma clara demonstração de que a rataria já se esta a demarcar do mal que foi feito ao Sporting causando milhões de prejuízo, mas muito pior do que isso destruíram a vida de um ser humano causando danos irreparáveis ao ainda legalmente presidente Bruno de Carvalho.

Devo de dizer que como Sportinguista e terminado o processo de Alcochete espero que seja dado início a uma investigação de forma a poder saber quem esteve por trás das rescisões dos jogadores, e que esse ou esses sejam responsabilizados, a culpa não pode morrer solteira, a culpa não foi de Bruno de Carvalho, não terá sido a entrevista de Eduarda Proença de Carvalho uma tentativa  de sacudir a água do capote numa clara antecipação ao que pode aí vir? 

Ontem era tarde para iniciar o processo de destituição da actual MAG, ontem era tarde para que seja revogada a decisão de expulsão de Bruno de Carvalho, porque ela foi efectuada numa premissa cheia de ilegalidades e de golpes baixos desvirtuando completamente a verdade o Sporting não pode ser isto, o Sporting não pode ser um clube liderado por gente sem valores e que não respeita os seus sócios.       

Porque razão Rogerio Alves não mostra a acta da assembleia de destituição do dia 23/6/2018? Quem não deve não teme.
Rogerio Alves não pode ser juiz em causa própria, tem de cumprir os estatutos.

Ontem era tarde para Rogerio Alves dar vos aos sócios e ordenar que seja feita a assembleia de destituição de todos os actuais órgãos sociais.  

Está na hora dos Sportinguistas se unirem em redor do clube e cortarem de vez com esta linhagem croquete que está a destruir o clube e a sua identidade.  

Ontem era tarde para que os sportinguistas tenham a noção de que a comunicação social carrega o clube, esta direção e o seu inútil presidente Frederico Varandas para o abismo, para um Sporting dividido, para um Sporting da mentira, da ilusão, para um Sporting sem futuro, para um sporting que eles querem, o da vitimização e da humilhação própria!

Ontem era tarde para fazer nascer a esperança no Sporting, mas para isso estes incompetentes tem de sair, estas lapas têm de cair!

Está na hora dos sportinguistas resolverem o passado recente tendo em conta o futuro, está na hora do confronto e da mobilização contra a mentira e propaganda destes órgãos sociais, está na hora de agir, ontem era tarde!

Artigos relacionados

5 Comentários
Inline Feedbacks
Ver todos os comentários
Nelson

Concordo plenamente , mas os croquetes teem que ser responsabilizados, rua com eles

HULK VERDE

Esperemos que quando eles forem responsabilizados por seus actos e finalmente corridos, não tenham já feito danos irreparáveis, do ponto de vista financeiro, patrimonial e desportivo, acobertados sob a capa da propaganda que os protege e levados nas palminhas pelo sistema corrupto instituído que os move, e não seja tarde demais para o Sporting…
Parabéns pela assertividade da crónica, um abraço!

jorge mendes

o advog do diabo é o maior canalha…..