RUGIDO VERDE

Levantar e levantar de novo, até que os cordeiros se tornem Leões!

Quinta-feira, Abril 09, 2020

A montanha pariu um rato

Ou melhor, pariu cinco ratos e são estes que agora têm de ser chamados a prestar contas após as notícias de hoje sobre o processo de Alcochete: o Ministério Público pediu a absolvição de Bruno de Carvalho e entre outras recomendações deixou cair a tese de terrorismo.

Vamos então lá saber quem são os cinco ratos que o processo de Alcochete pariu:

– Jaime Marta Soares, o bombeiro da golpada. O antigo PMAG foi o testa de ferro dos organizadores da golpada. Demitiu-se depois de Alcochete. Voltou atras na demissão, de forma escabrosa. Organizou uma assembleia geral destitutiva sem ter as assinaturas necessárias para a mesma. Portou-se de forma ditatorial durante essa AG e ainda hoje estamos sem saber o que aconteceu na mesma, pois a acta nunca foi lida e aprovada pelos sócios. Nomeou a comissão de execução de Bruno de Carvalho e os amigalhaços da comissão de gestão. Tudo baseado nos acontecimentos de Alcochete. Resta saber quem lhe pagou.

– Comentadeiros e paineleiros: os incendiários de Alcochete. Tudo o que foi comentário e analise apos o ataque de Alcochete acusava directamente o anterior presidente de o ter causado. Vermes como o Rui Pedro Braz, Tânia Laranjo, Ribeiro Cristovão, Joaquim Rita, Rui Santos e outros que tais (prostitutos intelectuais) apontaram o dedo de forma veemente, repetida e desmesurada ao presidente Bruno de Carvalho, acusando-o de ser o autor moral (e até material) do ataque de Alcochete. Foi também esta trupe de inquisidores encartilhados que disseminaram a fábula do terrorismo, iniciada pelo ex-ministro lampião. São todos culpados de desinformação, incitamento ao linchamento público de um cidadão e difamadores da sua honra e dignidade.

– Os políticos da treta: lambuças do populismo. O presidente Marcelo, o primeiro-ministro Costa, o presidente da Assembleia da Republica Rodrigues, todos encetaram pela via do populismo: abordaram o ataque de Alcochete ao sabor dos delírios da imprensa tabloide. Agiram como se fossem comentadores do Você na TV ou da Passadeira Vermelha. Disseram aquilo que o povo queria ouvir, sem se preocuparem com os factos e a análise fria do evento em si. Contribuíram decisivamente para dar uma dimensão ao ataque – que este não tinha – e para promoverem o processo inquisitório a Bruno de Carvalho. Foram capachinhos de CMTV e companhia e demonstraram o nível dos políticos em Portugal: terceiro-mundista.

– O processo de expulsão: uma farsa total. Henrique Monteiro e seus muchachos amestrados orquestraram a expulsão do sócio Bruno de Carvalho fundamentando-se, no essencial, no processo de Alcochete. Não esperaram pelo conclusão do processo na justiça, tal a pressa de correr com o anterior presidente. Enganaram os sócios ao enumerarem pressupostos que a justiça veio a desmentir. Henrique Monteiro – o inquisidor-mor – prestou, como é seu timbre, um péssimo serviço ao Sporting. Ele (e os seus comparsas de comissão) preferiram colocar os seus ódios pessoais e agendas de vinganças mesquinhas à frente dos superiores interesses do Sporting Clube de Portugal. Quem lhes pagou para executarem tal missão?

– Varandas e os ex-capitães da equipa de futebol: a mentira nem sempre compensa. Varandas foi o grande beneficiado do ataque de Alcochete. No entanto, em vez de ser visto com suspeição, tentou passar a imagem de alguém que foi vítima dos acontecimentos. Mentiu de forma descarada em tribunal tentando, por todos os meios, implicar Bruno de Carvalho no ataque. Uma infame posição pessoal quando, se olharmos para a prova produzida, é em Varandas que caem as maiores suspeitas de envolvimento (indirecto) nos acontecimentos de Alcochete. Prova-se mais uma vez que é um presidente ilegítimo e golpista. Já os ex-capitães Rui Patricio e William Carvalho demonstraram a sua falta de carácter ao imitarem Varandas, mentindo de forma descarada em tribunal. Também eles beneficiaram do ataque e deviam ter de explicar como é que dinamitaram o final de época do Sporting, causando graves prejuízos ao clube de que dizem ser adeptos. Uns pulhas sem honra.

Os ratos estão encontrados. Para quando o seu julgamento?

Artigos relacionados

Notify of
jorge mendes
Visitante
jorge mendes

falta mencionar o canalha mor, o advog do diabo, rogério alves….. dos Reis.

HULK VERDE
Visitante
HULK VERDE

Pim-pam-pum cada bala mata um. 5 pontos, 5 ratazanas de esgoto.

%d bloggers like this: