RUGIDO VERDE

Levantar e levantar de novo, até que os cordeiros se tornem Leões!

Domingo, Janeiro 26, 2020

Há quem tenha fundado e há quem seja (a)fundado na própria mentira

Há uns dias atrás, um tal de Luís Figueiredo, deu uma entrevista ao DN como fundador da Juve Leo. Confesso que, na altura, aquilo nos fez alguma confusão, nunca tinhamos ouvido tal nome associado à fundação da claque. Pesquisámos e nada. Mas podia ser desconhecimento. Só que não.

Mas o importante é que o assessor do PS da Assembleia Municipal de Lisboa defendia nessa entrevista que “as claques foram utilizadas por diversas direções como tropas de choque contra jornalistas, contra árbitros, contra a estrutura do futebol, contra os adversários” e isso ajudou a que “ao longo dos anos se desvirtuasse o significado de claque” e “as claques do Sporting não servem o Sporting. A solução é colocar um fim a este modelo e reiniciar, recomeçar de forma a ter um apoio efetivo e afetivo e não claques que servem para intimidar os sócios do Sporting, alterar a correlação de forças dentro de um estádio de futebol e para atacar as direções.”

É uma opinião legítima como outra qualquer. O que não é legítimo é fazer passar-se pelo que não se é e nunca foi para lhe dar força.

Ontem, ao fim do dia, a Juve Leo fez o devido esclarecimento. Nele consta uma nota muito interessante, o dito fundador da Juventude Leonina, para além de nunca o ter sido, terá tido participação activa no protocolo assinado no tempo de Godinho Lopes.

Esclarecimento Em face das notícias difundidas pela comunicação social, de uma entrevista de Luís Figueiredo, deputado…

Posted by Juventude Leonina 1976 – JUVE LEO on Monday, 28 October 2019

Podem aumentar ainda mais o volume, que a propaganda e a mentira terão sempre perna curta.

Artigos relacionados

Notify of
Peyroteo
Visitante
Rei Leão

É e sempre foi um dos grandes problemas do Sporting, a ânsia de protagonismo.
Irra que ainda me dói o ouvido.

%d bloggers like this: