RUGIDO VERDE

Levantar e levantar de novo, até que os cordeiros se tornem Leões!

Quarta-feira, Outubro 16, 2019

A luz há-de aparecer

Pois bem, isto de escrever quinzenalmente traz consigo algumas dificuldades de criatividade. Apesar de viver intensamente um Clube em que todos os dias há algo de novo para comentar, parece que quando chega a hora de escrever algo, todos os temas se evaporam.

Desta vez, em vez de comentar sobre algo que já tenha acontecido, decidi pôr-me a pensar sobre o que ainda está por vir. Dou por mim naquela bipolaridade em que muitos Sportinguistas se devem encontrar nos dias de hoje – ora penso que está tudo perdido, ora me motivo e acredito que a bonança há-de aparecer, após esta tempestade que vivemos.

Pus-me a pensar nisto, porque estava a organizar a minha vida de modo a conseguir marcar presença na Assembleia Geral que se avizinha (dia 10 de outubro). Uma pessoa como eu, que não tem contacto com os meandros do Sporting, que não tem capacidade de, individualmente, fazer a diferença, vê nas Assembleias um dos recursos ao seu dispor para tentar, efetivamente, fazer a diferença na luta pelas causas em que acredita.

Até porque ainda agora vivemos eleições no nosso país, tal como no exercício do voto, acho que a mera presença numa Assembleia Geral é importantíssima. Naturalmente, estou longe de censurar quem não pode mesmo comparecer, poder-me-ia acontecer a mim – principalmente quando se tem um Presidente da Mesa a marcar uma Assembleia Geral para as 20h de uma quinta-feira.

De qualquer das maneiras, dado o crescente descontentamento para com os Órgãos Sociais do Clube, quem tem possibilidade de comparecer, deve fazê-lo. Deve fazê-lo, porque é uma das poucas ferramentas de que nós, sócios, dispomos para mostrar que existimos, para lá do número de associado, e temos uma palavra a dizer.

Tenho as minhas fases de descrença, é difícil não as ter quando se contempla a facilidade com que uma Comunicação Social, alinhada com figuras poderosas e sombrias, conseguiu mudar completamente o paradigma vigente no Sporting Clube de Portugal. Com base em acusações muito pouco fundamentadas, argumentação fraca e enviesada e um desejo enorme pelo sangue de pessoas que mexeram com interesses há muito instalados, o Sporting foi entregue, de novo, às mãos das sanguessugas elegantes e francamente incompetentes.

Para alguém que assiste a isto, de fora, é normal que os sentimentos de impotência e desilusão surjam. É normal que haja alturas em que o estado das coisas é tão frustrante, que mandar a toalha ao chão parece a decisão mais sã a fazer, até para bem da saúde. É preciso ter calma, nessas alturas – calma e fé…

Quando apelo à fé, não é certamente à fé em alguém que bebe de copos vazios e não consegue articular uma frase corretamente, nem que a sua vida dependa disso. Apelo à fé em nós próprios. À fé nos Sportinguistas que acreditam nos valores e no Sportinguismo que foi ressuscitado na era anterior a esta. À fé na chama verde que ardeu dentro de nós durante os anos antecedentes à golpada. É mesmo com base nesta fé que peço a todos os que acreditam num rumo diferente do que vemos, que remem contra a maré, que apareçam para mostrar o desagrado, para mostrar que não somos só dez, quinze ou vinte.

Às vezes, o que é mais difícil não é o surgimento de uma oportunidade, mas sim saber aproveitá-la. É por isso que é importante mantermo-nos esperançosos, atentos e ativos. Como se estivéssemos à espera da luz ao fundo do túnel. A luz há-de aparecer, temos é de estar lá quando isso acontecer

Artigos relacionados

2
Deixe um comentário

avatar
2 Comment authors
GreenMarquisPeyroteo Recent comment authors

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

  Subscreva  
Notify of
GreenMarquis
Visitante
GreenMarquis

Passamos de um clube de futebol, para uma seita, porque agora é mesmo tudo uma questão de fé.

Dantes ainda se via alguma coisa, o clube estava a crescer, a melhorar, a ganhar.
Agora é apenas possivel acreditar em tudo o que nos contam, pois tudo é lindo e magnifico, mas não se pode pedir para ver, porque isso seria desconfiar do Deus, ele existe, ele está lá, mas nada de tentar ver com os olhos. Há que acreditar e ter fé.

Enquanto isso a venda da SAD está praticamente finalizada. A brincar, a brincar….

Peyroteo
Visitante
Rei Leão

Parabéns pelo texto. É realmente essa fé que ainda nos move. Lutamos contra este estado de coisas com armas desiguais. No entanto teremos sempre a maior das armas que pode existir contra esta espécie de poder vigente. Nós lutamos por uma causa que realmente amamos. Eles lutam apenas pelos seus interesses. Pode ser que um dia isso venha a fazer a diferença.

Ir para a barra de ferramentas