RUGIDO VERDE

Levantar e levantar de novo, até que os cordeiros se tornem Leões!

Domingo, Setembro 15, 2019

Neste dia… nascia Fraguito

Nascido em Trás-os-Montes (Vila Real) a 8 de Setembro de 1951, o pequeno Samuel foi para o Brasil ainda bebé e foi no Rio de Janeiro que passou a sua infância e onde começou a mostrar os seus dotes futebolísticos, tendo jogado nos escalões base do Fluminense entre os seus 10 e 15 anos, altura em que os seus pais resolveram regressar a Portugal.

Tinha então 16 anos, quando começou a dar nas vistas nos juniores do Vila Real, passando logo para a equipa principal e despertando a atenção de David Sequerra, que o convocou para a Selecção Nacional de Juniores.

Em 1970 transferiu-se para o Boavista, onde fez duas excelentes temporadas, que o tornaram num jogador cobiçado pelos grandes clubes de Portugal. Foi então que o Sporting tomou a dianteira e aproveitando a Lei Militar, garantiu o concurso de um jogador que tinha as características ideais para substituir Peres.

Foi uma enorme confusão em que me meti. Primeiro, assinei pelo Belenenses, quando fui para a tropa em Lisboa. Eles disseram-me que me livravam de ir para o Ultramar e convenceram-me a assinar. Mas o meu passe ainda era do Boavista, que me vendeu ao Sporting. Tinha contrato por dois clubes e na altura até tive medo de ser irradiado. Acabei por ter sorte a apanhar apenas um mês de castigo e jogar no meu clube do coração.

Em Alvalade, Fraguito mostrou todo o esplendor do seu futebol, com a sua técnica refinada pelas influências brasileiras, à qual juntava uma visão de jogo notável e uma pujança física pouco habitual nos jogadores com as suas características, que o tornaram num dos melhores médios da sua geração.

Infelizmente a sua carreira ficou marcada por alguns infortúnios no que diz respeito a lesões, e chegou mesmo a ser forçado a uma paragem de um ano, acabando por ser operado a um joelho em Inglaterra (no total foi operado 7 vezes, 5 ao ao joelho esquerdo e 2 ao direito). Mas mesmo assim fez 209 jogos oficiais pela equipa principal do Sporting, nos quais marcou 22 golos, contribuindo para a conquista de 2 Campeonatos Nacionais (1973/74 e 1979/80) e 3 Taças de Portugal (1972/73, 1973/74 e 1977/78).

Aqueles que viram jogar Fraguito ficarão surpreendidos pelo facto de contar apenas com 6 internacionalizações A, onde apontou 1 golo (de excelente recorte técnico por sinal). Situação que nem pode ser explicada só pelas muitas lesões de que foi vitima, uma das quais o impediu de comparecer a uma convocatória, situação que se repetiria poucos meses depois, devido a um mal entendido. O que é certo é que a partir daí ele foi afastado da Selecção, e nunca mais foi convocado, apesar de se ter tentado justificar.

Esta situação e as constantes lesões, acabaram por impedir Fraguito de chegar mais longe na sua carreira, que terminou muito cedo com o seu afastamento total do mundo da bola, onde dado o seu carácter introvertido, nunca se sentiu muito à vontade, excepto quando estava dentro das quatro linhas a exibir a sua classe de grande jogador que era.

Alguns dos melhores momentos de Fraguito no Sporting e na selecção.

Artigos relacionados

Deixe um comentário

avatar

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

  Subscreva  
Notify of
error: Conteúdo protegido!