RUGIDO VERDE

Levantar e levantar de novo, até que os cordeiros se tornem Leões!

Domingo, Fevereiro 28, 2021

Comunicado

O Rugido Verde congratula-se pelo facto do Jornal Record, meio de comunicação oficioso do Clube, ter estado atento ao podcast do Rugido Verde, Primeiro Tempo. Entendemos que os seus jornalistas devem estar bem informados, o que deve ser difícil face à vassalagem prestada à comunicação oficial do clube e aos atuais dirigentes, por isso não existe na verdade melhor forma.

Não podemos deixar de lamentar, no entanto, que no meio de uma torrente de informação pertinente, grave e reveladora que foi olimpicamente ignorada (damos o exemplo de ofertas de dinheiro por advogados, para não sermos exaustivos), o Jornal Record, pela mão do jornalista desportivo Vítor Almeida Gonçalves, tenha apenas dado destaque a uma parte que é um fetiche do jornal “mãe”, Correio da Manhã. Muito provavelmente, como é prática habitual, a pedido do Conselho Diretivo do clube e do gabinete de comunicação.

No vídeo, exactamente a partir do período de 1 hora e 5 minutos no decorrer do mesmo, é perguntado a Mustafá se face a todas as guerras sujas e ataques sofridos por parte dos adeptos, não teme que a situação um dia se descontrole por parte de alguma pessoa, não sendo ele omnipresente e omnipotente. Existe um contexto muito específico na resposta de Mustafá, como podem ouvir aqui:

Além da resposta, foi deixado explícito que parece que é o que a direção do clube pretende um dia, pois alimentou-se disso em diversas ocasiões, mesmo que incluísse mentiras, calúnias e/ou montagens. Foi uma verdadeira perseguição nunca vista aos adeptos, uma autêntica diabolização dos Sportinguistas, com aproveitamento político puro e sem escrúpulos. Um clube rival não teria feito melhor nem em sonhos.

Se a notícia per se do Jornal Record “apenas” adultera o contexto da questão, e distorce ligeiramente a resposta, dando ainda tintes sensacionalistas já esperados, a promoção “Premium” da notícia é inaceitável e deontologicamente condenável:

A função de um jornal, teoricamente, deve consistir em informar bem, e não procurar vender a todo o custo, e muito menos cumprir solicitações de gabinetes de comunicação. Lamentamos ainda novo ataque rasteiro ao presidente da Juventude Leonina dos mesmos de sempre. Lamentamos por último que há momentos o Correio da Manhã no seu canal de entretenimento e ficção, CMTV, tenha ido ainda mais longe a reboque, prestando mais uma vez um péssimo serviço. Mustafá não merecia esta abordagem reincidente do jornal após tudo o que já foi feito contra a sua pessoa. Os leitores e espectadores dos meios do grupo Cofina também não. Não é esse o papel da Comunicação Social num país com pilares saudáveis.

Rugido Verde

Artigos relacionados

2 Comentários
Inline Feedbacks
Ver todos os comentários
Teresa Galamba

Este Record só tem gente mentirosa e sem escrúpulos. Todos trabalham para Cofina e convém dar notícias falsas para terem audiências. Um nojo de jornal.

Júlio Gonçalves

É bom esclarecer, repôr a verdade e comentar o comentário desonesto, desmascarado o seu autor. Mas… alguém está á espera que jornaleiros de órgãos de desinformação social do grupo Cofina (corporação organizada de fazer informação não autentica) possam escrever algum dia alguma coisa de bem sobre aqueles que são verdadeiros sportinguistas e amam e sofrem pelo nosso clube? Esqueçam! Eu vi e ouvi o programa primeiro tempo e segui atentamente a entrevista a Mustafá. Não li o jornal Record, porque não leio e não vejo nenhum produto daquela corporação, mas Mustafá como qualquer outra pessoa, tem direito á sua opinião… Ler mais »