RUGIDO VERDE

Levantar e levantar de novo, até que os cordeiros se tornem Leões!

Terça-feira, Junho 22, 2021

(Des)Embrulhos

Desde que a direcção actual do Sporting tomou posse, várias são as mentiras debitadas, os inúmeros apontamentos registados sobre contradições, as desculpas patéticas dadas perante factos e evidências, assim como, a entrega de presentes envenenados em barda.

Com o tempo, ficará demonstrado o quão prejudicial tem sido esta gestão amadora e de vão de escada de um clube com a grandeza do Sporting.

Alerta CM: O Verão está à porta e a venda de gelados vai aumentar consideravelmente.

Esta situação tem se repetido uma e outra vez em loop, e a maioria do rebanho de ovelhas papa tudo e nada vê. Estão completamente ceguinhas e embebedadas com esta (quase) vitória no campeonato, colocando o espírito crítico para terceiro plano. Ontem não, mas hoje são apoiantes do estranho Varandas, somente porque o Sporting foi campeão e em nome da estabilidade e não sei bem mais do quê, ai de quem ouse colocar em dúvida o feito do bravo e destemido soldado guerreiro de terras afegãs e de situações virulentas de risco.

Lutar pelo Sporting é que está quieto.

Gostava de lhe dizer estas e outras palavras na Assembleia Geral que o seu dono já deveria ter marcado. Assim fica difícil guardar tanto sentimento. O meu coração sangra por dentro.

Quem, como eu, desafie desaprovar ou censurar esta forma de estar no clube e na vida, é honoravelmente chamado de chalupa.

Os “chalupas” são os mesmos que defendem um Sporting Clube de Portugal exigente, com garra, transparente, vitorioso em todas as modalidades, que respeitam o associativismo e a voz dos sócios e que o salvaram da bancarrota. Estes valores são coisas de gentalha, escumalha, dos pobres, dos anónimos e do povo, por isso não interessa muito para o curriculum vitae das elites.

Sinceramente, custa-me pensar como é possível que depois de tudo, pessoas adultas ainda acreditem no Pai Natal e andem com a cenoura à frente dos olhos, não vendo o evidente travestimo à la Belle Dominique presente por todos os cantos no reino do leão sem juba.

Quando falo em presentes envenenados, falo dos sonhos molhados vendidos aos sportinguistas, que alimentam o pobrezinhos de espírito que entregaram de forma básica e gratuita a alma ao diabo, mais uma vez. Vocês não aprendem pois não, totós? Há quem vos chame acrobatas, eu chamo-vos de cobardes.

Eu não me esqueço de Rúben Amorim, comprado ao preço do ouro. Contestação esquecida face aos resultados no campeonato. Uma factura bem pesada para se indo pagar, à bom português. Por norma corre mal, mas isso é tranquilo!

Temos também a situação do fenómeno Paulinho, comprado ao preço do ródio (esta dica foi só para fugir ao ouro). Contestação esquecida face ao bom golo marcado.

Com o dinheiro da entrada na Liga dos Campeões, pagamos o que devemos ao trolha de Braga, o braguilha recebe a grana sem entrar na competição e está tudo bem!

É como dizia a outra, naquela música horrível de Verão, que ficava no ouvido: «Se tu estás bem, eu também estou bem.»

O Wang? Alguém viu o Wang? Este deve ter sido um oásis qualquer no meio do deserto… E ele foi visto montado em cima de um camelo de duas bossas. Para não falar do resto da caravana: Rosier, Ilori, Sporar, etc.

O sonho molhado da Nike é outro regalo extraordinário e agora sim, a nossa imagem internacional vai melhorar só porque sim. Gostava era mesmo de saber qual o verdadeiro retorno financeiro para o clube. Os cata-ventos e a croquettada adoram esta!

A minha sugestão era avançar imediatamente conversações com a Gucci ou algo do género, para poder assegurar algo ainda maior e requintado e quem sabe no futuro, poder desfilar com a verde e branca na Moda Paris daqui a uns anos.

Dar o nome de Cristiano Ronaldo à nossa Academia sem quaisquer contrapartidas é de mestre, tal como o nome dado a um dos campos que é: Paulo Futre. Ah pois é!

Esse artista que, na CMLixo não vê problemas em falar mal do Sporting quando necessário. É o que eu chamo de arrebenta minas.

Este foi um presentão gorducho para uma franja de sportinguistas e para o próprio, que contribuiu activamente nos media para a golpada. Jamais te esqueceremos prodígio.

Recentemente foi anunciada com pompa e circunstância a Cidade Sporting. Essa visão futurista e pioneira, também ele um brindezão projectado por esta direcção, ou não… Se calhar foi com Bruno de Carvalho, minhas ovelhinhas felpudas.

Epa, lá estou eu com o meu mau feitio e com este meu brunismo agudo, que me tolda a visão. Porra!

Um apontamento para a mudança das cores das cadeiras do estádio, que é igualmente um aspecto importantissímo de propaganda. Ups, estética queria eu dizer.

O lixo jornalístico já anda louco e sem cuecas novamente. Ronaldo está a ser falado como possibilidade forte para retornar ao clube que o formou. Eu próprio adoraria vê-lo novamente vestido com a nossa camisola, mas só mesmo para jogar, não para vir para aqui fazer macacadas e negociatas com o apoio do super agente mafioso Mendes por trás.

Aliás, esta persona non grata de outros tempos, hoje já está por detrás, pela frente, levando o supra-sumo do dirigismo desportivo a nível nacional e internacional e quem sabe arredores- de seu nome Varandas – a ficar de cócoras e de joelhos, a executar o puro e verdadeiro kamasutra do futebol moderno.

De resto, continuamos a aguardar esse miminho prometido sobre o que tem o doutor para nos contar sobre a época 2015/16. Não se esqueça doutor, não se esqueça ou então um dia destes é você que vai ter uma pequena surpresa e ser contactado para ser representante da Memofante em Portugal.

Para finalizar três pontos importantes:

1. Estátua para o homem;

2. Legitimar esta direcção por mais uma década;

2. Rapaziada não critiquem agora, tá bem? Tronco, galhos, cabeça, pernas e cenas maradas…

Saudações Leoninas

Artigos relacionados

2 Comentários
Inline Feedbacks
Ver todos os comentários
Leão

Custa-me ouvir de Sportinguistas que, o RA valeu o investimento, assim como, o silêncio sobre a contratação de Paulinho. Vai ser uma factura bem cara a pagar. Cá estaremos para ver a caravana.

Rui Barbosa

O título mais ensosso que assisti o SCP ganhar. Este também não é o meu SCP. Nunca vi o meu clube, do qual sou sócio há 31 anos, ser tomado por uma corja golpista, que se aproveitou e quiçá, participou na palhaçada de Alcochete. Nós que não nos embebedamos com títulos, sabemos qual o preço a pagar. E vai ser alto.
Há rumores que o dinheiro a pagar pelo treinador e pelo Paulinho, não são para o Braga. Sei lá…