RUGIDO VERDE

Levantar e levantar de novo, até que os cordeiros se tornem Leões!

Quinta-feira, Novembro 26, 2020

Notas Soltas: AGs do Desespero e Europa por um Canudo

SPORTING 1– A AG para aprovação das contas transactas e do orçamento da nova época decorreu de uma maneira estranha e a meu ver contra os estatutos do clube. A pandemia de covid-19 não pode justificar tudo e não pode valer tudo.

Mesmo assim votaram 3115 leões com as quotas em dia e chumbaram ambas de forma inequívoca. 69,19 o relatório e contas e 67,22 o orçamento.

Logo se levantaram as vozes do costume e os cartilheiros da imprensa a dizer que foram as claques, que os mais velhos não foram votar por causa do covid e, pasme-se, que 3115 não é um número representativo do universo de sócios com quotas pagas.

Quanto a esta última nem vou discutir muito de tão absurda que é, pois a média de AGs deste tipo é de 500 pessoas e quando os resultados eram favoráveis nunca se pôs a questão da representatividade. Esperavam eles que tivessem ido 35 ou 40 mil pessoas para ser representativo? Eles sabem que o senhor varandas foi eleito com 8 mil votos? Falaram de representatividade aqui? Saberão eles que o benfica realizou a mesma AG dias antes e estiveram 2 mil pessoas? Enfim, os estatutos são bem claros e só por má-fé a cartilha pode falar de representatividade.

Quanto à parte das claques irem votar também é muito interessante. Vejamos: primeiro estão no seu direito e acima de tudo no seu dever. Apesar de para alguns isso ser um problema (votassem eles de outra maneira e já não era) e depois é muito bom registar que essas mesmas claques até há bem pouco tempo serviam para as cartilhas dizerem que nem sócios eram. Afinal são. E foram votar. Fizeram bem. Deviam ir sempre. Mesmo que isso seja um problema para muitos.

SPORTING 2– A AG da SAD também se realizou e também foi muito concorrida. Não sei se as claques estiveram presentes mas parece que também não correu bem ao sotôr. Aqui há uma nuance que é preciso ressalvar: o clube e a SGPS juntos têm cerca de 65% o que implica que todas as votações seriam sempre favoráveis. Mas nem isso deixou de fazer parte da cartilha com frases nos jornais como aprovação das contas, etc

Bonito foi ver essa maioria a aprovar um voto de louvor em causa própria e aprovar um aumento salarial também em causa própria. Que bonito. E a CS sempre tão afiada para algumas coisas nem tocou nesse assunto. Mas lá dentro numa AG de quase 10 horas muitos ficaram com as orelhas a arder. Alguns nem tiveram tempo de comer amendoins desta vez.

Quer dizer então, que numa altura de pandemia, numa altura em que o clube se queixa de falta de dinheiro (porque herança pesada, etc), numa altura em que se despede gente e se mete os funcionários em lay off, o sotôr e amigos se aumentaram. É preciso ter um descaramento e uma cara de pau do tamanho da Serra da Estrela. Não chegou um voto de louvor dado a eles próprios (que falta de amor próprio e de auto estima) ainda se aumentaram a eles mesmos quando são a vergonha de todo um país por incumprimento de pagamento ao braga. Sim senhor. Devia ser usado nas escolas de gestão como exemplo.

Sporting 3– A eliminação da Liga Europa foi uma vergonha anunciada e outras se seguirão se o PMAG não se antecipar. Se não o fizer há a probabilidade muito grande de também ele sair pela porta pequena. Já ouvi de tudo para defender o indefensável. Os 1-4 em casa contra o lask linz. Já ouvi falar da pandemia, que atrasou muito a preparação e que tirou o treinador do banco, ele que nem pode estar levantado a dar indicações pois….não é o treinador. Para além de ir nos 13M e estar nos 3 mais caros do Mundo; Já ouvi falar que é das guerras internas que assolam o clube (o mauzão e os seus pupilos têm que estar sempre presentes como fantasmas em casa assombrada); já ouvi falar do árbitro, que assinalou uma falta inexistente e consequente expulsão (já estava 1-2 nessa altura); já ouvi falar de falta de sorte; e, pasme-se novamente, já ouvi falar da grande equipa que o lask linz é, bem melhor que paok e krasnodar (que eliminaram porto e benfica da champions).

Enfim, uma série de patetices sem sentido.

Ouvi muito pouco falar da falta de futebol da equipa, da tática que já se viu que não resulta de um treinador com que toda a gente foi enganada (e ainda não foi pago). Treinador esse que já vai nos 13M e está nos 3 mais caros do Mundo, o que para uma direção que está sempre a queixar-se que não tem dinheiro é obra. Não ouvi ninguém falar sobre a saída de bola do Sporting desde a defesa e que já está muito conhecida (alguém lhes diga que os adversários costumam fazer o trabalho de casa visionando os jogos anteriores). Não ouvi falar das compras da direção de jogadores a 50% (godinho style). Da falta de rumo da equipa e da direção, que tanto apostam na academia como se vai buscar Eduardo, Dombia, Rosier, Jésé e Bolasie.

SPORTING 4– Em relação ao ponto anterior observo deliciado as voltas e contra voltas que a CS social e restante cartilhagem dão para defender o indefensável. Para defender esta direcção. Ao mesmo tempo observo do outro lado, em sentido contrário, o abrir dos olhos de muitos sócios em relação à diabolização feita da anterior direcção. E confesso que tenho visto estas duas ondas, em sentidos contrários, com agrado.

Parece-me que está cada vez mais difícil pegar a tese da herança pesada, de Alcochete (que os tribunais, que é quem decide, ilibaram em toda a linha. Apesar da tentativa dos tribunais nas tvs, esses sim ainda não foram julgados) e eles já não sabem o que fazer para defender o sotôr e restante pandilha. Escolheram mal o “testa de ferro” pois notava-se a léguas a impreparação para o cargo e já não falo da impreparação em frente às cameras. Agora que cada vez mais pessoas se parecem afastar do “Forest Gump” do Sporting nota-se em sentido inverso muitos arrependidos a dizer que se calhar fizeram um juízo de valor apressado e errado em relação a Bruno de Carvalho. E se por um lado estou a gostar de ver, por outro lado as tvs não podem servir para as pessoas se imiscuírem de pensar pela própria cabeça. Que tenha servido de lição e não se voltem a deixar alimentar desta maneira por cartilhas “subterrâneas”. Prevejo que nos próximos tempos haja quedas na direção e aos poucos se vão afastando desta. É pois uma questão de tempo até novas eleições.

Mas bonito bonito vai ser quando se souber porque tanta CS defendeu com unhas e dentes esta direção de cachopos impreparados. Porque os defendeu até à exaustão, mesmo sabendo eles que era uma questão de tempo. Quem os incumbiu (vamos dizer assim) desta missão espinhosa? E porquê?

Vai ser bonito de ver e mais bonito vai ser quando os tribunais começarem a meter as sentenças cá fora.

Ups

SPORTING 5 – Começam a ver-se movimentações de putativos candidatos às eleições do clube. E como todos sabemos, menos de 6 ou 7 candidatos não é nada para o Sporting. Temos o sempre candidato Benedito, que fica sempre calado e só aparece em eleições, uma táctica que começa a ser muito notada pois as pessoas gostam de gente que comente as coisas do clube regularmente. Fala-se em Poiares Maduro, um candidato político e mais ainda politicamente correto. Ricciardi? Luís Filipe Meneses? Este candidato pelo menos foi o único que disse sem medo aquilo que todos sabem mas não dizem: enquanto Bruno de Carvalho não for reposto como sócio de pleno direito e se puder candidatar às eleições o clube fica sempre refém e não terá paz. Se ele é assim tão fraco e ninguém o quer à excepção de meia dúzia de “brunistas” não sei de que têm medo.

Inácio? Calafate? Varandas vai-se recandidatar? Até o inefável e benfiquista Paulo Lopo se decidiu candidatar.

Várias perguntas que vão ser respondidas muito em breve.

SPORTING 6– Depois do descalabro Europeu, uma vitória em Portimão. Mas depois de uns bons 20 minutos voltámos ao mesmo. Fomos dominados por uma equipa, que apesar de jogar em casa, estava condenada à 2ª divisão não fosse o que aconteceu com o Setúbal.

Vê-se muita gente contente, com os jornaleiros à cabeça, como se não fosse obrigatório ganhar ao Portimonense. É isso que nos querem fazer crer, que este Sporting ganhar ao Portimonense, Tondela, Paços de Ferreira, etc é uma vitória importante. É isso que os Sportinguistas querem? Ganhar a essas equipas, sem menosprezo para elas? E depois quando se for jogar com Braga, Benfica e Porto é para fazer o que for possível? Então se é isso que querem não se admirem de nos compararem com o Braga.  E depois é para ser eliminados pelo Alverca para a taça? E perder com uns Austríacos fraquinhos vai acontecer mais vezes. Chegámos a uma altura em que a exigência está tão em baixo que já nada nos surpreende. Mas depois não se admirem de nos meterem ao nível do meio da tabela. A culpa foi nossa porque deixámos a exigência para os outros.

Já se vê jornaleiros e avençados a pedir mais um ano 0 para o sotôr Varandas. Quantos anos 0 vão ser precisos? Ainda não chega?

SPORTING 7 – Foram recolhidas assinaturas pelos sócios para pedir várias AGs de destituição e de readmissão dos sócios expulsos. Conforme mail enviado. Vamos ver o que o senhor representante dos sócios vai fazer. Desta vez não pode haver mais oportunidades. Se fizer “letra morta” como costuma têm que ser os tribunais a resolver.

Chega!!!! Não pode haver mais anos 0, mais eliminações com o Alverca, com o Lask Linz, pessoas e clubes a queixarem-se de falta de pagamento, planificações de época péssimas, tratar os sócios como animaizinhos, desculpas do covid-19 e heranças pesadas.

Enough is enough

SPORTING 8 –  Depois de na altura em que a PJ foi investigar a “operação fora de jogo” os jornalistas, vamos chamar-lhes assim, tentarem acusar Bruno de Carvalho, dizendo mais o nome dele do que o do próprio clube, já para não falar do actual presidente. Agora chegamos a um ponto em que já não conseguem esconder mais. Varandas e o Sporting recorrem para o Tribunal da Relação de Lisboa.

Mas era assim tão difícil de ver que para a casa do sotôr ser revistada, bem como o seu telemóvel e computador que não tinha nada a ver com a anterior direção? Se fosse como os avençados tentaram passar porque não foi Bruno de Carvalho inquirido e a casa dele revistada? Será que já se pode falar que tem a ver com negócios com o Mendes e a fuga ao fisco desses negócios? Ou os senhores jornalistas ainda não têm autorização para o fazer? Será que uma investigação da Autoridade Tributária e Aduaneira é grave o suficiente para o senhor Varandas se esconder ou é melhor meter a culpa no mauzão e passar essa cartilha?

P.S. – Pergunta para queijo: quem serão os próximos senhores(as) a cair nas malhas da operação LEX?

Artigos relacionados