RUGIDO VERDE

Levantar e levantar de novo, até que os cordeiros se tornem Leões!

Segunda-feira, Outubro 26, 2020

O “Disfarce” da Liga Europa

PORTIMONENSE SC X SPORTING CP
Antevisão

Fonte: youtube.com

Depois da sofrida derrota em Alvalade frente ao LASK Linz, a contar para o Playoff de acesso à UEFA Europa League, a equipa leonina tentava agora redimir-se do desaire cometido na ultima quinta feira.

O regresso de Rúben Amorim às conferencias de imprensa, começou com uma mensagem clara para os jogadores relativamente ao jogo passado, “sei que fizeram o máximo, sabemos do resultado embora muito pesado, não lhes posso dizer nem pedir mais nada, porque deram o máximo e agora é seguir em frente.”

Questionado sobre a forma como o Portimonense se irá debater contra o Sporting, e, sobre a novela Wendel, Rúben Amorim responde, “temos de ser iguais a nós mesmos e colocar muita intensidade.”, acrescenta “Não tive o Wendel no treino por isso não deve estar apto para o jogo de amanhã.”, numa altura em que se sabe que Wendel estará supostamente de partida para o Zenit por 24+4 milhões

Rúben Amorim, diz que o Sporting só está em pé de igualdade com os grandes em relação à sua história, mas, garante que a equipa e a equipa técnica, ainda não desistiram do Sporting, e vão encarar cada jogo para vencer, com a mesma garra e a mesma ambição de sempre.

Muito questionado sobre o mercado, a resposta foi sempre a mesma, “só no fim do mercado é que se irá fazer as contas de quem fica ou quem saí.”

Era expectável um Sporting a querer dar uma resposta de imediato na Liga NOS, tendo em conta o seu ultimo resultado.

Rúben Amorim igual a si mesmo, com o discurso que já nos habituou, mas, parecia tenso e preocupado com a situação que se presencia no Sporting.

PORTIMONENSE SC X SPORTING CP

Estádio Municipal de Portimão

3a Jornada da Liga NOS

21:00 – 04/10/2020

Fonte: abola.pt

Onzes Iniciais:

Portimonense SC vs SPORTING CP

Fonte: OneFootball

O “Disfarce” da Liga Europa

Com duas alterações em relação à noite de quinta-feira com o LASK Linz, o Sporting liderado por Rúben Amorim, entrava em campo com o seu habitual 3x4x3. Antes do começo do jogo, a comitiva do Sporting, passou pelos seus adeptos, que mostraram o seu desagrado perante os jogadores e a Direção de Varandas.

Já “rolava a bola”, primeiro minuto e o primeiro remate a surgir para o Sporting, Nuno Mendes a começar muito bem, passa para Pedro Gonçalves com um bom cruzamento, onde coloca a bola em Porro, que remata, a bola passa muito perto.

Na jogada a seguir, grande lance individual de Nuno Mendes, passa por um, por dois, por três, aguentou muito bem a pressão e rematou colocado para longe do alcance do guarda- redes do Portimonense, estava feito o primeiro da partida ao minuto 4, primeiro golo do jovem Nuno Mendes com a camisola da equipa do Sporting.

Foi preciso apenas esperar 7 minutos, para se poder “gritar golo” novamente, Nuno Santos aumenta a vantagem do Sporting para duas bolas a zero, belo cruzamento de Vietto na linha de fundo, onde Nuno Santos aparece e com um cabeceamento letal coloca fora do alcance de Samuel. Sporting a entrar muito forte, a não deixar o Portimonense jogar nem respirar, a dominar a posse de bola e com critério a sair para o ataque.

Fonte: record.pt

Por pouco Vietto não faz o 3-0 para o Sporting, Vietto tira Lucas do caminho, com o pé esquerdo mas Samuel defende cedendo assim pontapé de canto, onde no mesmo, Coates cabeceia ao lado.

Minuto 20, substituição na equipa do Portimonense, saí Lucas e entra Welinton Jr, abdicando assim da linha de 3 centrais e compensando com mais um homem no meio campo.

Mais um vez Nuno Mendes em destaque, minuto 28, com Adán já batido, Wellinton cruza, mas valeu o corte providencial do menino da cantera leonina, a salvar o Sporting.

Jogo com muita intensidade, e com o Sporting a dominar o encontro, Vietto a combinar muito bem com Tiago Tomás, remate do argentino, mas a colocar o corpo muito para trás e “bola para as nuvens”.

Final da primeira parte com o Portimonense a conseguir equilibrar as coisas, mas o Sporting a continuar muito confortável no jogo, a conseguir controlar a primeira parte com os dois golos marcados cedo, a equipa de Portimão com uma má entrada no jogo a deixar o Sporting muito à vontade.

Recomeço da partida em Portimão, sem mexidas para ambos os lados, Portimonense a ter que correr para diminuir a desvantagem.

Ao minuto 48, Feddal a cometer um erro defensivo num primeiro momento, mas redimiu-se e cortou a bola para a linha de fundo concedendo pontapé de canto, onde Matheus Nunes quase desvia a bola para a própria baliza.

Portimonense a entrar muito forte, mais uma vez o Sporting à imagem do jogo anterior a deixar o Portimonense jogar, Sporting entra atordoado depois de uma boa primeira parte.

Minuto 56, sai Nuno Santos um jogador de ataque, e entra Daniel Bragança, Rúben Amorim a colocar um jogador mais recuado para poder controlar o meio campo.

Minuto 62 de jogo, substituições para ambas as equipas, na equipa do Portimonense sai Beto e Aylton Boa Morte para a entrada de Vaz Tê e Anderson, na formação verde e branca saí Feddal com queixas físicas e entra Gonçalo Inácio.

Segunda parte muito adormecida da parte do Sporting, com a equipa do Portimonense a conseguir crescer muito e a causar perigo ao pé da baliza de Adán, a conseguir ter bola, a dominar a segunda parte.

Minuto 71, três alterações de uma assentada na equipa do Sporting, saí Nuno Mendes, Tiago Tomás e Vietto, entram Antunes, Plata e Bruno Tabata que faz a sua estreia perante a sua “ex-equipa”.

Daniel Bragança a virar o jogo para Porro, onde este remata cruzado, a bola sai ao lado mas assusta o guarda redes de Portimão ao minuto 72.

Mais uma alteração na equipa do Portimonense sai Candé e entra Henrique.

Aos 81 minutos, Coates cabeceia para o fundo das redes, mas Rui Costa (Arbitro do VAR) invalida o lance por falta ofensiva do central.

O que perdeu Tabata, Maurício facilita o trabalho a Tabata onde o mesmo cara a cara com guarda redes, isolado, não consegue fazer o terceiro golo para a equipa de Alvalade, boa defesa de Samuel.

Apito Final na partida, duas vitórias na Liga NOS, o Sporting a sair vitorioso por 0-2 contra o Portimonense SC.

Notas:

Sporting – Sporting a entrar muito forte na partida, com boas combinações, lances de ataques rápidos e com os alas a trabalhar muito bem no ataque, sempre a ajudarem quando preciso em situações defensivas e a fazerem bons cruzamentos, os quais foram pouco aproveitados. Fraca segunda parte da equipa do Sporting, mais uma vez a deixar a equipa adversária jogar e a tomar as rédeas do jogo, a conseguir apenas fazer dois ou três remates, destaque para alguns jogadores e algumas estreias.

3 Principais Destaques

Nuno Mendes – Joga muito! Mais um excelente jogo do menino, sem dúvida uma das pérolas do Sporting.

Daniel Bragança – Boa entrada em campo, mesmo não estando habituado a fazer aquela posição mais subida no terreno esteve muito bem.

Matheus Nunes – Muito mais solto em campo, um “novo Matheus”, boa primeira parte

Portimonense SC – Muito adormecido na primeira parte, a consentir dois golos nos primeiros minutos.

A controlar sem duvida a segunda parte, acordou e ainda assustou o Sporting.

Artigos relacionados