RUGIDO VERDE

Levantar e levantar de novo, até que os cordeiros se tornem Leões!

Quarta-feira, Agosto 12, 2020

A Semana das Modalidades: Leoas com Garra!

Quarta-feira

Hóquei em Patins Masculino: FC Porto 6-0 Sporting CP (Campeonato)

O Sporting procurava reagir ao desastroso resultado, frente ao Lodi, que ditou a eliminação precoce da Liga Europeia. Não se avizinhando um desafio fácil, a jogar em casa do FC Porto, também nada fazia prever que o Sporting estivesse prestes a sofrer a segunda goleada humilhante seguida.

Perante um apoio fantástico dos adeptos leoninos que se deslocaram ao Dragão Caixa, que nunca se calaram, mesmo perante o descalabro a que assistiram, os Leões foram derrotados por escandalosos 6-0, num resultado que pode vir a ser decisivo nas contas pelo título.

A agonia começou cedo, sendo que o FC Porto se adiantou no marcador, ainda nem um minuto de jogo decorria. Di Benedetto foi o autor do primeiro dos dragões. Gonçalo Alves fez o 2-0 antes do intervalo, resultado com que as equipas foram para o descanso.

O Sporting continua a mostrar desacerto nas bolas paradas e, depois de Romero ter falhado um livre direto na primeira parte, foi Toni Pérez a falhar um penalti no início da segunda. Ferran Font também falhou um livre direto, e o FC Porto não se mostrou tão ineficaz – Gonçalo Alves e Di Benedetto bisaram e Reinaldo Garcia também marcou. O resultado era cada vez mais pesado.

Aos 43’, Rafa fez o sexto e último golo da formação portista, fechando o resultado final nuns expressivos 6-0.

Para o Campeonato, o Sporting irá deslocar-se ao terreno do OC Barcelos, num jogo em que tudo o que não seja a vitória, significa, provavelmente, o fim da luta pelo título do Sporting.

Sexta-feira

Atletismo (Meeting de Madrid)

No Meeting de Madrid, a atleta do Sporting, Patrícia Mamona conquistou a Medalha de Bronze no Triplo-Salto, com 14,28 metros, numa prova em que foi batido o recorde mundial de pista coberta.

Sábado

Voleibol Masculino: Sporting CP 3–1 AJ Fonte do Bastardo (Campeonato)

Num jogo em casa, que acabou por ser “fora” (Pavilhão do Casal Vistoso) por constrangimentos derivados do jogo de Andebol a contar para a Liga dos Campeões, o Sporting venceu a AJ Fonte do Bastardo.

Apesar de ter começado a perder (21-25), a equipa de Gersinho venceu os três sets seguidos, por 25-20, 25-23 e 25-22. Os Leões mantêm-se, assim, firmes no segundo lugar da classificação.

Futsal Feminino: GCR Nun’Álvares 5-5 Sporting CP (Campeonato)

O Futsal Feminino voltou a perder pontos, ao terceiro jogo da Fase de Apuramento do Campeão. Um hat-trick de Kika, a que se juntaram golos de Débora Lavrador e Cátia Morgado não foram suficientes para ultrapassar a equipa do GCR Nun’Álvares.

Em três jogos nesta fase, o Sporting leva 4 pontos, estando já a cinco da liderança.

Hóquei em Patins Masculino: CD Póvoa 1-5 Sporting CP (Taça de Portugal)

Depois de dois resultados desastrosos e comprometedores, seguidos, o Sporting visitou o CD Póvoa com vista aos Oitavos-de-Final da Taça de Portugal.

Felizmente, os Leões dominaram o jogo e não deram espaço a possíveis surpresas da equipa da Terceira Divisão. Ao intervalo, o Sporting vencia por 0-2, com golos de Alessandro Verona e Gonzalo Romero.

Na segunda parte, apesar de ter sofrido um golo, os comandados de Paulo Freitas não relaxaram e, através de um bis de Raul Marín e um golo de Pedro Gil, fixaram o resultado final em 1-5.

Os Leões seguem, assim, em frente na competição, sendo que o próximo jogo (como mencionado acima, no comentário ao jogo com o FC Porto) é a contar para o Campeonato, numa decisiva deslocação a Barcelos.

Andebol Masculino: Sporting CP 25–26 CS Dinamo Bucuresti (Liga dos Campeões)

Numa reedição do duelo da época passada, na mesma fase da competição, o Sporting voltou a defrontar o CS Dinamo Bucuresti – novamente jogando a primeira-mão em casa, no Pavilhão João Rocha.

Com um grande ambiente, o jogo começou renhido, com golos de parte a parte e sem nenhuma das formações a conseguir destacar-se no marcador. O Sporting foi a primeira equipa a conseguir ganhar uma vantagem além da mínima, e esteve a ganhar por 7-5. No entanto, um bom parcial dos romenos colocou o resultado em 9-13 à ida para o intervalo. Um jogo com poucos golos, mas de emoções muito fortes.

Na segunda parte, Anti operou uma alteração na baliza, com a entrada de Skok, para o lugar de Cudic. A partir daqui, o Sporting jogou, comparativamente com a primeira parte, muito melhor, mas sem nunca conseguir ganhar vantagem. Oscilando entre desvantagens de um golo, ou mais, e a igualdade no marcador, a verdade é que o resultado foi sempre favorável aos visitantes. A lesão de Pedro Valdés não ajudou a equipa, sendo que o cubano estava a fazer uma exibição aguerrida, e acabou por sair com queixas físicas.

Na reta final da partida, Matevz Skok e Carlos Carneiro ainda fizeram os adeptos leoninos ganhar esperança, mas a verdade é que o Sporting saiu mesmo derrotado, por 25-26.

Apesar da derrota, ainda há uma segunda-mão para jogar, em Bucareste, e é dever dos Sportinguistas manter a esperança num grupo que se tem mostrado competente, profissional e lutador. Na época passada, foi o Sporting a vencer em Lisboa por um golo, repetindo a proeza na Roménia. Os comandados de Anti têm, agora, a missão de repetir essa proeza, contando com o apoio dos adeptos leoninos.

É já no próximo domingo (01/03) que o Sporting disputará o derradeiro encontro de acesso à próxima fase da Liga dos Campeões.

Domingo

Judo (Grand Slam Düsseldorf)

Sergiu Oleinic, Joana Ramos, Nuno Saraiva e Jorge Fonseca representaram o Sporting no Grand Slam de Düsseldorf mas não conseguiram resultados de grande relevo. Jorge Fonseca foi o melhor judoca leonino, ficando em 5º lugar na categoria de -100kg.

Futsal Masculino: Quinta dos Lombos 0-7 Sporting CP (Campeonato)

Após subir à liderança do Campeonato, com a vitória por 2-0 sobre o benfica, o Sporting visitou a Quinta dos Lombos, equipa com que perdeu pontos em casa. Só a vitória interessava aos Leões, que, estando em primeiro, “apenas” precisam de continuar sem deslizes para vencer a Fase Regular.

Sem Alex, Cardinal, Déo e Merlim, o Sporting teve algumas dificuldades no início da partida, tendo o mesmo sido bastante equilibrado, mesmo sem grandes oportunidades, tirando uma ou outra ocasião para ambas as equipas.

Só por volta dos 15 minutos de jogo se desfez o nulo, através de Pany Varela, que fez o 0-1 para o Sporting com um forte remate de pé esquerdo. Apenas alguns segundos depois, Pany Varela novamente em destaque, mas desta vez com a assistência para Cavinato fazer o segundo dos Leões. De repente, o Sporting vencia por dois golos de diferença, e assim seguia para o intervalo.

No primeiro minuto da segunda parte, Pauleta concluiu com acerto uma bonita jogada do Sporting, em que a bola passou por todos os jogadores de campo, culimando numa assistência de Cavinato para o português. Na segunda parte, só deu Sporting, e os Leões continuaram a carregar sobre a equipa da casa. A 14 minutos do fim, Erick fez o 0-4, com um grande remate do seu meio-campo. O 0-5 chegou por João Matos, menos de um minuto depois, e o sexto do Sporting veio através de Rocha, com mais uma assistência de Pany Varela, a nove minutos do final.

A Quinta dos Lombos apostava no 5 para 4, e o Sporting voltou a aproveitar-se disso. Taynan fez o 0-7 com um golo de baliza aberta, de antes do meio-campo, tal como Erick já tinha feito.

Com este resultado, o Sporting mostrou, efetivamente o que deve ser a forma de estar leonina. Não é só uma questão de chegar ao primeiro lugar, mas sim de manter a competência e a concentração. Grande goleada do Sporting que se mantém assim na liderança da Liga Placard.

Atletismo

Durante o fim-de-semana, o Sporting conquistou o décimo título consecutivo de Campeão Nacional de Pista Coberta (em Femininos), mantendo a hegemonia na competição. Em Masculinos, a equipa leonina ficou em segundo lugar, atrás do benfica.

Futebol Feminino: Sporting CP 3–2 benfica (Campeonato)

As Leoas do Futebol Feminino entraram para o primeiro dérbi em casa com a obrigatoriedade de vencer por mais de três golos, de forma a passar para a frente do rival benfica. No entanto, quem entrou melhor foi o benfica, que marcou aos 14 minutos através de Julia Spetsmark.

O Sporting reagiu e foi atrás do prejuízo. Aos 25’, Numa jogada rápida, Diana Silva foi completamente atropelada pela guarda-redes benfiquista – na conversão, Nevena Damjanovic não vacilou.

Três minutos depois, Raquel Fernandes fez um chapéu magnífico sobre Neuhaus e consumou a reviravolta rápida do Sporting. Foi com 2-1 no marcador que o jogo foi para intervalo.

Na segunda parte, o benfica foi à procura do empate e encostou o Sporting às cordas   durante alguns momentos, alcançando o 2-2 por intermédio de Cloé, aos 63’.

Quando parecia que o resultado final iria ser igual ao do dérbi na Taça da Liga, Diana Silva, correspondendo a um pontapé livre (que bem podia ter sido um canto), de cabeça deu a vitória inédita às Leoas.

Foi a primeira vitória num dérbi para o Futebol Feminino do Sporting, que segue agora em igualdade pontual com o benfica, na liderança do Campeonato, pese embora a desvantagem no confronto direto.

Voleibol Feminino: Clube K 3–1 Sporting CP (Campeonato) 16h

Num jogo decisivo nas aspirações do Sporting em chegar à fase das decisões, as Leoas não conseguiram superar o Clube Kairós, fora de casa. No primeiro set, a equipa da casa venceu por 25-23, e o Sporting até respondeu com um 17-25.

No entanto, os dois sets seguintes pertenceram novamente ao Clube K, que com 25-20 e 25-23, venceu a partida.