RUGIDO VERDE

Levantar e levantar de novo, até que os cordeiros se tornem Leões!

Segunda-feira, Dezembro 09, 2019

Uma entrada (expectável?) em falso no Campeonato

Crónica do Jogo Marítimo 1-1 Sporting

Depois da prestação extremamente negativa no Algarve frente ao rival benfica, Marcel Keiser e a equipa do Sporting não tinham outra opção senão dar uma resposta forte na 1ª jornada do campeonato.

O treinador do Sporting resolveu voltar ao sistema táctico de 4-2-3-1 colocando Luís Phellype em vez de Bas Dost, tentando ganhar algum dinamismo no ataque. Começámos mal o jogo.

Aos 8 minutos, após uma bola em profundidade, John Cley ganha espaço a Thierry Correia e consegue cruzar para Getterson, que praticamente sozinho no meio da área inaugura o marcador para o Marítimo. O Sporting só conseguiu responder aos 28 minutos com um remate de longe por intermédio de Bruno Fernandes, em que Charles faz uma grande defesa.

Pouco depois chega o golo do Sporting. Após um canto longo, a bola sobra para Bruno Fernandes que tira um jogador do Marítimo e cruza para o cabeceamento certeiro de Coates, com Charles a ficar com algumas culpas no lance. Logo depois do golo começou a melhor fase do Sporting até ao final da primeira parte. Embora sem oportunidades flagrantes de golo dentro da área, registaram-se bons remates de Acuña e Raphinha.

Na segunda parte o Sporting entrou mais forte nos primeiros 10 ou 15 minutos, a chegar algumas vezes com algum perigo através de cruzamentos e remates. Contudo, a equipa do Marítimo acabou por reequilibrar o jogo a partir dos 60 minutos. Os últimos 20 minutos trouxeram mais emoção ao jogo, mas nem por isso mais esclarecimento ao Sporting.

Aos 75 minutos o Marítimo tem uma grande oportunidade com um cabeceamento ao poste por parte de Maeda e aos 78 minutos foi a vez de Raphinha, em posição frontal, atirar ao lado. O Marítimo insistia e já nos últimos 10 minutos teve três grandes oportunidades por John Cley, Correa e Maeda com a defesa do Sporting a ficar muito mal na fotografia.

O Sporting entrou no campeonato a empatar 1-1 e já desde 5 de Maio que não ganha um jogo nos 90 minutos (incluíndo os jogos de pré-época). Péssimo arranque de época para a equipa de Marcel Keizer que terá de melhorar muito a equipa durante a próxima semana, até porque recebe uma boa equipa (Braga) que virá a Alvalade disputar os 3 pontos.

Análise Individual:

Renan Ribeiro (Nota 6) – Hoje não teve particularmente culpa neste empate do Sporting. Ainda fez uma grande intervenção a remate de Correa aos 85 minutos, segurando o empate.

Borja (Nota 4) – Jogo fraco. Com a falta de ritmo que demosntra, é dos jogadores que menos soluções apresenta à equipa. Não defende bem e praticamente não ajuda no ataque. Tem de melhorar muito.

Mathieu (Nota 4) – Tal como na Supertaça, Mathieu voltou a não estar bem no jogo de hoje, com alguns erros que poderiam ter custado golos. É o patrão da defesa do Sporting e é fulcral que volte às grandes exibições.

Coates (Nota 4) – É um dos jogadores mais queridos dos adeptos, mas hoje esteve mal, nomeadamente aos 83 minutos num lance em que quase deu golo ao Marítimo.

Thierry Correia (Nota 4) – Ficou marcado pelo falhanço do 1ºgolo deixando John Cley ganhar espaço para o cruzamento para Getterson. Parece ter potencial, mas precisa de ser trabalhado a nível de posicionamento táctico.

Eduardo (Nota 5) – Muito pastelão e com pouco ritmo, parece estar a acusar a pressão da transição para uma equipa com outros objectivos. Não acrescentou nada à equipa hoje.

Wendel (Nota 7) – Um dos mais esclarecidos do Sporting. Tentou ligar a defesa ao ataque e ainda teve tempo para tentar alvejar a baliza de Charles, sem grande sucesso infelizmente.

Bruno Fernandes (Nota 7) – Um dos melhores do Sporting, como habitual. Além dos habituais remates a meia distância, destacou-se no lance do golo ao assistir Coates com um belo cruzamento.

Acuña (Nota 6) – Esteve em plano positivo na primeira parte com alguns cruzamentos e dois remates perigosos. Baixou muito de nível na segunda parte.

Raphinha (Nota 5) – Um jogador com qualidade, mas que tem definido muito mal as jogadas no ataque. Hoje teve algumas oportunidades de finalização, mas não foi eficaz.

Luiz Phellype (Nota 4) – Passou ao lado do jogo. Pouca presença na área do Marítimo.

Vietto (Nota 4) – Cumpriu os primeiros minutos oficiais com a camisola do Sporting, mas em cerca de 20 minutos não produziu jogo ofensivo.

Bas Dost (Nota 4) – Entrou já numa fase de menos fulgor do ataque do Sporting e não teve oportunidades para finalizar.

Diaby (Sem avaliação) – Entrou já perto do final, num último esforço de Keizer para dar profundidade ao ataque do Sporting, no entanto, não houve nenhuma jogada relevante a registar.

Keizer (Nota 4) – O treinador do Sporting não esteve nada bem neste jogo. Decidiu alterar a frente de ataque e, ao contrário de outros jogos, a quantidade de cruzamentos feitos justificava Bas Dost de início. Muito pouca dinâmica e má organização defensiva. Esteve também mal nas substituições, já que nenhum dos jogadores que entrou esteve particularmente feliz.

Artigos relacionados

Notify of
Shir Sabzy
Membro
Shir Sabzy

Que deserto de ideias.
Infelizmente tenho de utilizar clichés, para nao ofender equipa e jogadores do Sporting.
Muito fraco, para um candidato ao titulo.

Alexia Ferreira
Visitante
Alexia Ferreira

Excelente artigo.

Alexia Ferreira
Visitante
Alexia Ferreira

Excelente análise Schmeichel

Chairman Meow
Admin
Chairman Meow

O que eu notei foi que o nosso meio campo não tem qualquer tipo de posicionamento. Ora tínhamos o Eduardo colado aos centrais sem pegar no jogo, obrigando Bruno Fernandes ou Wendel a fazer isso, ou tínhamos os três numa linha, sendo que o mesmo Eduardo, o médio mais defensivo, também não pegava no jogo. Continuamos a jogar num 4-5-1 extremamente lateralizado quando devíamos jogar com os extremos a cortar muito mais para dentro. Nota-se, também, que Renan, Borja, Eduardo e Luiz Phellype não têm qualidade para esta equipa. O Luiz ainda se safaria se tivesse um verdadeiro segundo avançado… Read more »

%d bloggers like this: